Geral

Copom aponta em ata ritmo mais intenso da atividade

O Comitê de Política Monetária (Copom) retirou da ata divulgada nesta quinta-feira, 18, pelo Banco Central, a afirmação que constava no documento anterior, de que o ritmo da atividade econômica está mais alinhado com o crescimento potencial. Agora, de acordo com o documento, o Copom ponderou que o cenário central contempla um ritmo de atividade […]

Arquivo Publicado em 18/07/2013, às 12h45

None

O Comitê de Política Monetária (Copom) retirou da ata divulgada nesta quinta-feira, 18, pelo Banco Central, a afirmação que constava no documento anterior, de que o ritmo da atividade econômica está mais alinhado com o crescimento potencial.


Agora, de acordo com o documento, o Copom ponderou que o cenário central contempla um ritmo de atividade doméstica mais intenso neste e no próximo ano, como já constava da ata anterior. “Informações recentes indicam retomada dos investimentos e continuidade do crescimento do consumo das famílias, esse último favorecido pelas transferências públicas e pelo vigor do mercado de trabalho – que se reflete em taxas de desemprego historicamente baixas e em crescimento dos salários”, apontaram os diretores do BC.


De modo geral, conforme o documento, a absorção interna vem se expandindo a taxas maiores do que as de crescimento do PIB e tende a ser beneficiada pelos efeitos de ações de política fiscal, pela expansão da oferta de crédito para pessoas físicas e empresas, e pelo programa de concessão de serviços públicos, entre outros fatores. “No entanto, o Comitê nota que a velocidade de materialização desses ganhos esperados pode ser contida caso não ocorra reversão tempestiva do declínio que ora se registra na confiança de firmas e famílias.”

Jornal Midiamax