Geral

Condutor é rendido e assaltado no semáforo da avenida Ceará

O condutor Rodrigo Franco Araldi, de 24 anos, foi rendido e assaltado por dois indivíduos quando parou no semáforo, por volta das 2h20 da madrugada de hoje (28), na Avenida Ceará, esquina com Afonso Pena, no Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande. Rodrigo contou que conduzia sua S10 de cor branca pela avenida e ao […]

Arquivo Publicado em 28/06/2013, às 11h12

None

O condutor Rodrigo Franco Araldi, de 24 anos, foi rendido e assaltado por dois indivíduos quando parou no semáforo, por volta das 2h20 da madrugada de hoje (28), na Avenida Ceará, esquina com Afonso Pena, no Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande.

Rodrigo contou que conduzia sua S10 de cor branca pela avenida e ao parar no semáforo foi abordado por dois indivíduos que bateram no vidro do seu veículo, apontando um objeto que parecia ser um revólver.

De acordo com o registro policial (8475/13), a vítima abriu a janela, e um dos autores encostou uma faca em seu pescoço. Em seguida, os dois teriam entrado no veículo, sendo que um deles ficou no banco traseiro fazendo ameaças.

Eles percorreram diversas ruas da cidade e pararam próximo ao Shopping Campo Grande. Os autores solicitaram para a vítima descer do veículo e pegaram sua carteira de habilitação, dinheiro e chaves do carro. Um dos autores era alto, magro, branco, usava camisa de cor escura, bermuda e ambos estavam de havaianas.

Além disso, os bandidos fizeram a vítima percorrer um trajeto a pé, dizendo que iriam para o bairro Nova Lima. Mas Rodrigo contou que enquanto caminhavam pela rua encontrou um grupo de jovens e correu na direção deles pedindo socorro.

Apesar dos jovens não o ajudarem, os autores teriam se assustado e fugido. Rodrigo contou que continuou correndo e encontrou um entregador de jornal que foi prestativo. Ele ligou para o seu pai que compareceu ao local. Ambos retornaram ao ponto onde o carro foi deixado.

O mesmo estava no local com os pneus vazios. Os bandidos teriam levado as chaves do veículo e esvaziado os pneus. O crime foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Jornal Midiamax