Geral

Comidas saudáveis abusam dos temperos para atingir paladares diferentes

É comum ouvirmos que salada não tem gosto de nada, que comida mais saudável é sem graça e por aí vai. O que não faltam são reclamações sem sequer a pessoa ter provado um alimento com mais qualidade. Dona de uma lancheria que busca oferecer um alimento com qualidade e muito sabor, Márcia Chiad conta […]

Arquivo Publicado em 03/11/2013, às 12h07

None
2107888170.jpg

É comum ouvirmos que salada não tem gosto de nada, que comida mais saudável é sem graça e por aí vai. O que não faltam são reclamações sem sequer a pessoa ter provado um alimento com mais qualidade.

Dona de uma lancheria que busca oferecer um alimento com qualidade e muito sabor, Márcia Chiad conta que ao contrário do que dizem por aí os alimentos mais saudáveis, feitos com produtos naturais, de preferência orgânicos, e frescos, são muito mais saborosos. O que, inclusive, é o diferencial de seu empreendimento.

No local, onde também são servidos almoços, tudo é fresquinho, direto da horta. Os sucos, ela conta que tem dificuldade em encontrar todas as frutas orgânicas, mas o que tem disponível opta pelo produto sem agrotóxicos ou qualquer tipo de química.

“Tudo que fazemos procuramos o alimento com mais qualidade, com mais sabor. O que não produzimos no viveiro, buscamos fornecedores. Só no caso das frutas que ainda tenho dificuldade. Mas, as ervas são todas fresquinhas, colhidas na hora, as folhas são orgânicas e os legumes, em sua maioria, também”, diz.

O diferencial, revela, pode até não agradar de primeiro, mas assim que a pessoa aceita experimentar se surpreende. “Muita gente chega de cara feia. Geralmente, os maridos que vem acompanhar a mulher. Ai pede alguma coisa e quando experimenta diz que não imaginava que poderia ser tão gostoso”, conta.

A maioria, inclusive, volta. E acaba trazendo outros clientes para provar as delícias saudáveis.

Serviço:

Rua Treze de Junho, 1592, Centro, Campo Grande.

Dicas para temperar os alimentos:

Hortelã: Seu aroma transmite frescor. É perfeita para dar sabor e enfeitar sobremesas e bebidas de verão. Em carnes de cordeiro, peixes, aves e sopas de legumes acrescenta um gostinho especial.

Cebolinha: Seus talos são muito usados em pratos com ovos como omeletes e preparações com batatas em geral. Fica uma delícia polvilhada no arroz. A erva ainda dá um sabor especial ao queijo minas e ricota para sanduíches e canapés. Serve também como ingrediente base para os molhos verde e tártaro.

Coentro: Combina com refogados, peixes, mariscos, camarão, sopas e saladas.

Estragão: Possui um sabor muito parecido com o do anis devido às propriedades refrescantes. Fica ótimo em pratos à base de ovos, no frango, em saladas e batata.

Cominho: Muito usada em preparações com carnes, aves, sopas, queijos, pães e molhos. Combina com couve, arroz e recheios de legumes.

Alecrim: Tanto o ramo quanto suas folhas podem ser adicionadas aos pratos. É um excelente tempero para carnes, como cordeiro, frango assado, vitela, porco, carne vermelha e peixes. Combina com preparações à base de batatas e molhos.

Louro: Muito versátil, combina com quase tudo. Suas folhas dão aroma ao feijão, caldos, molhos, batatas, cenouras, assados e refogados de carnes de porco, aves e peixes. Diferentemente de outros temperos, podem cozinhar por um tempo prolongado sem perder suas propriedades.

Manjericão: Muito presente na culinária italiana, mediterrânea e tailandesa. Combina perfeitamente com preparações que levam tomates como saladas, molhos, sopas e sanduíches. Legumes como abobrinha, berinjela, abóbora e batata também ganham um toque especial com a erva. Alho, azeite e limão são condimentos que formam uma parceria perfeita com o manjericão.

Salsão: Muito popular na culinária asiática fica ótimo em saladas e aves.

Salsinha: Uma das ervas mais versáteis da culinária, a salsinha combina com tudo (mesmo). Se for a única erva que você tem na geladeira, não hesite em adicionar ao prato que você estiver preparando.

Sálvia: Combina bem com carnes mais gordurosas como porco, pato, ganso e vitela. Harmoniza muito bem com aves leves como peru e frango (na canja fica uma delícia), carboidratos (pães, batatas, panquecas, polentas e massas) e queijos frescos.

Tomilho: De sabor acentuado é ideal para fugir da rotina. Combina com carnes de sabor forte. Dá um toque único em patês de carne e molhos que levam alcaparras, tomates, pimentão e anchovas.

Orégano: Vai muito além da pizza! Dá um sabor especial a massas, molhos, vegetais assados, saladas e sopas. Tem muita afinidade com ovos, berinjela, champignons, pimentões, batatas e queijos (ricota, queijo minas e mussarela). Ainda tempera carnes, peixes e aves refogados.

Erva doce: Dá um sabor inusitado ao salmão e recheio de massas, além de ser muito usada no preparo de sobremesas.

(Com informações do Blog Bololô)

Jornal Midiamax