Geral

Com Neymar expulso e lesão de árbitro, Ponte bate Santos e segue líder

O Santos não foi capaz de encerrar a invencibilidade da embalada Ponte Preta, que tirou proveito do fator casa e da expulsão do astro Neymar no primeiro tempo para sustentar a primeira posição do Campeonato Paulista. Em jogo válido pela oitava rodada, e com direito até a substituição de árbitro, a equipe de Campinas conseguiu […]

Arquivo Publicado em 18/02/2013, às 00h24

None

O Santos não foi capaz de encerrar a invencibilidade da embalada Ponte Preta, que tirou proveito do fator casa e da expulsão do astro Neymar no primeiro tempo para sustentar a primeira posição do Campeonato Paulista. Em jogo válido pela oitava rodada, e com direito até a substituição de árbitro, a equipe de Campinas conseguiu a vitória por 3 a 1 e seguiu na primeira posição do Estadual.

A Ponte Preta marcou o primeiro gol do jogo aos 12min do primeiro tempo, com Bruno Silva, após boa jogada iniciada pelo meia peruano Luis Ramírez. A equipe do interior ampliou no Estádio Moisés Lucarelli aos 37min e depois aos 47min, com o ex-santista Alemão – o terceiro dos anfitriões saiu em uma trapalhada do goleiro Rafael, que se estabanou na hora de sair jogando, foi desarmado e deixou o gol vazio. André descontou para o time praiano aos 42min da etapa final.

A partida ainda foi marcada pela expulsão de Neymar nos acréscimos do primeiro tempo, após discussão de Artur – o lateral ponte-pretano também recebeu o cartão vermelho. Irritado na saída de campo, o camisa 11 santista criticou a decisão do árbitro Luís Flávio de Oliveira. “Não sei o que aconteceu. Não era para nenhum ter sido expulso. Foi um lance normal com o Artur, uma dividida. Quem era para ter sido expulso foi o Cleber, que me deu um tapa na cara”, acusou.

Ainda no final do jogo, as duas equipes viram Luís Flávio deixar a partida aos 38min, logo após o segundo gol da Ponte. O árbitro sentiu uma fisgada na coxa direita e não teve condições físicas de continuar em campo. Ele foi substituído pelo quarto árbitro, Rodrigo Braghetto.

A vitória neste domingo elevou a Ponte a 18 pontos ganhos, com cinco vitórias e três empates em oito jogos no Paulista. Enquanto os campineiros lideram de maneira isolada o Estadual, o Santos caiu uma posição e terminou a rodada no quarto lugar, com 14 pontos.

O Santos volta a campo no próximo domingo, quando recebe o XV de Piracicaba na Vila Belmiro, às 18h30 (de Brasília). Nos mesmos dia e horário a Ponte abre as portas do Estádio Moisés Lucarelli para encarar o São Bernardo.

Jornal Midiamax