Geral

Blatter esquece Corinthians e põe Raja como 1º anfitrião a chegar à final

O presidente da Fifa Joseph Blatter esqueceu o Corinthians ao classificar como inédito o feito do Raja Casablanca de chegar à final do Mundial de Clubes. Segundo o mandatário da entidade máxima do futebol mundial, o Raja foi o primeiro time a estar em uma decisão como anfitrião e sem ter sido campeão continental. “Pela […]

Arquivo Publicado em 20/12/2013, às 18h55

None

O presidente da Fifa Joseph Blatter esqueceu o Corinthians ao classificar como inédito o feito do Raja Casablanca de chegar à final do Mundial de Clubes. Segundo o mandatário da entidade máxima do futebol mundial, o Raja foi o primeiro time a estar em uma decisão como anfitrião e sem ter sido campeão continental.

“Pela primeira vez uma equipe considerada zebra se classificou para a final. O campeão africano foi eliminado, mas o anfitrião convidado foi para a decisão. Pela primeira vez temos uma final sem um dos dois participantes tendo sido campeões continentais, mas foi uma decisão entre os dois melhores times do campeonato”.

Em 2000, o Corinthians chegou à final e foi campeão do primeiro Mundial de Clubes organizado pela Fifa. Na ocasião, o time venceu o Vasco nos pênaltis, no Maracanã, para levantar a taça.

O Timão entrou na competição como o representante do país local por ter sido campeão brasileiro no ano anterior. O Palmeiras era o campeão da Libertadores naquele momento, mas não participou da competição.

O Raja Casablanca conquistou a vaga na decisão do Mundial de Clubes ao vencer o Atlético-MG por 3 a 1 na noite desta quarta-feira, no estádio de Marrakech. O time vai enfrentar o Bayern de Munique.

Jornal Midiamax