Geral

Biffi discute recuperação do rio Taquari com a ministra Gleisi Hoffmann

Na companhia do presidente da Cassems, Ricardo Ayache e o deputado estadual Lauro Davi, o deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT/MS) se reuniu, na manhã desta quarta-feira (4), com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, onde discutiu a possibilidade de incluir no PAC da Prevenção e Cheias o projeto que visa a recuperação do […]

Arquivo Publicado em 06/12/2013, às 12h52

None
89437853.jpg

Na companhia do presidente da Cassems, Ricardo Ayache e o deputado estadual Lauro Davi, o deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT/MS) se reuniu, na manhã desta quarta-feira (4), com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, onde discutiu a possibilidade de incluir no PAC da Prevenção e Cheias o projeto que visa a recuperação do rio Taquari, na região do município de Coxim, orçado em R$ 42 milhões.


Durante a reunião, o parlamentar explicou que o projeto já foi celebrado entre a Secretaria de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional e a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos/MS (AGESUL), onde o mesmo já está tecnicamente apto para ser incluído no PAC.


Após a explanação do parlamentar, a ministra sinalizou positivamente para consolidar o projeto e garantiu que irá conversar pessoalmente com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para analisar a possibilidade de incluir o projeto no PAC.


“Foi mais um passo para, juntos, concretizarmos esse importante projeto. Dessa vez, a agenda nos permitiu detalhar toda a ação à ministra e a importância de recuperar, em um curto espaço de tempo, o rio Taquari, com foco, é claro, na questão ambiental e no desenvolvimento da região norte do nosso Estado”, observou Biffi.


O projeto de Implantação de Sistema de Contenção de Cheias na Bacia do Rio Taquari foi elaborado pela AGESUL e encaminhado ao governo federal pelos deputados federais Antonio Carlos Biffi e Edson Giroto (deputado licenciado).


Hospital da Cassems – Outro assunto discutido durante a reunião com a ministra foi a possibilidade de apoio financeiro por parte do governo federal para a construção do hospital (alta complexidade) da CASSEMS, que será construído em Campo Grande, cujo projeto de construção e aquisição de equipamentos exige R$ 65 milhões em investimento.


A ideia foi muito bem recebida pela ministra que garantiu conversar sobre o projeto com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.


“É importante analisar que o projeto atende a cadeia de atendimento na saúde para os 280 mil usuários da Cassems e, com isso, contribuirá ainda mais para desafogar o Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso do Sul”, explicou Ricardo Ayache (presidente da Cassems) durante a reunião.

Jornal Midiamax