Geral

Bad boy inglês volta a ironizar Neymar: ‘Justin Bieber do futebol’

O meio-campista Joey Barton voltou a usar o Twitter para ironizar Neymar. O inglês, conhecido por suas polêmicas extracampo, criou o costume de assistir às partidas da Seleção Brasileira e fazer comentários nas redes sociais. Para o jogador do Olympique de Marselha, o atacante do Santos é o “Justin Bieber do futebol”. “Neymar é o […]

Arquivo Publicado em 25/03/2013, às 22h33

None
636488316.jpg

O meio-campista Joey Barton voltou a usar o Twitter para ironizar Neymar. O inglês, conhecido por suas polêmicas extracampo, criou o costume de assistir às partidas da Seleção Brasileira e fazer comentários nas redes sociais. Para o jogador do Olympique de Marselha, o atacante do Santos é o “Justin Bieber do futebol”.

“Neymar é o Justin Bieber do futebol. Brilhante no YouTube, p… nenhuma na realidade”, disparou o “bad boy” logo ao fim do amistoso contra a Rússia, em Londres, que terminou em empate por 1 a 1.

Joey Barton tem fama de polêmico na Inglaterra. Conhecido por namorar belas mulheres, já foi condenado a seis meses de prisão por confusão e chegou a ficar pouco mais de dois meses encarcerado. Também admitiu problemas com álcool.

O jogador acompanhou a partida fazendo comentários no Twitter e chegou a criar a hashtag #neymarwatch para indicar a sua “corneta”. “Ele não está na mesma estratosfera que o garoto Messi e aquele tal de (Cristiano) Ronaldo”, disse o meio-campista, que chegou a fazer um elogio ao santista, afirmando que era um dos jogadores mais animados na partida.

Ao fim do jogo, entretanto, a crítica veio pesada. Barton ao mesmo tempo fez questão de elogiar o atacante Hulk, que entrou bem na partida e iniciou a jogada do gol de Fred, que empatou aos 44min o amistoso contra a Rússia. “Hulk é um jogador de verdade. Mudou o jogo quando entrou”, analisou Barton.

As polêmicas entre o britânico e o brasileiro começaram em fevereiro, quando a Inglaterra derrotou a Seleção. Na ocasião, Barton publicou no Twitter que Neymar era superestimado e que não estava no mesmo nível de Messi ou Cristiano Ronaldo. No dia seguinte, o inglês disse que o atacante jogava na “liga amazônica da selva”.

Jornal Midiamax