Geral

Atletas de MS pagam o preço por mudança de regulamento no Boxe e ficam fora do Brasileiro

A realização do Campeonato Brasileiro de Boxe em Mato Grosso do Sul poderia ser um incentivo a mais para os atletas do Estado. Poderia. Após treinar todos os dias desde janeiro duas campeãs locais da modalidade viram o sonho da medalha de ouro no nacional ser encerrado. Uma mudança de regulamento excluiu a participação de […]

Arquivo Publicado em 22/07/2013, às 17h03

None

A realização do Campeonato Brasileiro de Boxe em Mato Grosso do Sul poderia ser um incentivo a mais para os atletas do Estado. Poderia. Após treinar todos os dias desde janeiro duas campeãs locais da modalidade viram o sonho da medalha de ouro no nacional ser encerrado. Uma mudança de regulamento excluiu a participação de atletas do feminino sob a justificativa de que as lutadoras tem ligação com outras modalidades.

“É inaceitável acontecer isso. Nós estávamos com propostas de patrocínio em andamento e as atletas estavam treinando forte. Tenho certeza que elas teriam condições de representar bem o Mato Grosso do Sul, pois são campeãs. Essa medida foi feita sem um critério e não há nenhuma proibição da Associação Mundial de Boxe Amador quanto ao nosso caso” diz o treinador das duas atuais detentoras do título estadual, Renildo Espírito Santo Batista.

Silvia Sandin Garcia, tri-campeã estadual da categoria até 64 kg, e Fernanda Etelbaun, tetracampeã local, das lutadoras até 54 kg, são duas das atletas treinadas por Renildo na Academia Apolo, e que estarão fora do Brasileiro que começa nesta segunda-feira às 16 horas. Ambas já disputaram competições de Muay Thai.

“Quando me falaram fiquei sem acreditar. Treinei todos os dias, de segunda a segunda, deixei de lado festas, alimentação especial, a expectativa de disputar essa competição e de repente essa informação. No momento que fui campeã me falaram que eu seria representante do Estado até porque serviu como seletiva” relata Silvia, que aos 32 anos via nessa chance a última possibilidade de lutar um Brasileiro de Boxe.

A atleta e o treinador afirmam inclusive que a federação local da modalidade terá lutadores de outros estados representando Mato Grosso do Sul no evento, e que receberão incentivos por isso. A mudança no regulamento para a participação de atletas nesse tipo de competição ocorreu no mês de junho na Confederação Brasileira de Boxe, seis semanas antes do campeonato iniciado hoje em Campo Grande-MS.

“Lamentamos muito pelas meninas, pois sabemos o quanto elas treinaram para esse Brasileiro. Tentamos insistir com a Confederação, mas não foi possível mudar isso. É uma determinação que vem de cima e não pudemos fazer nada. Existe toda uma sondagem aos atletas antes de campeonatos e como o critério é esse elas ficarão de fora” diz a vice-presidente da Federação de Boxe de Mato Grosso do Sul, Flávia Ferreira, que encerrou a carreira de atleta há dez anos.

O Campeonato Brasileiro de Boxe acontece entre os dias 22 e 27 de julho no Ginásio Guanandizão. A competição conta apenas com o apoio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte). Participam 180 atletas do País inteiro.

Jornal Midiamax