Geral

Após se envolver em polêmica, Lula elogia Dilma e manifestações

Em visita à África, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste domingo (30) que o Brasil poderia se considerar um país feliz pelo fato das pessoas terem liberdade de se manifestar nas ruas. “As pessoas querem mais no Brasil, mais transporte, mais saúde, mais salário, questionar o custo da Copa do Mundo. Acho […]

Arquivo Publicado em 30/06/2013, às 11h35

None

Em visita à África, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste domingo (30) que o Brasil poderia se considerar um país feliz pelo fato das pessoas terem liberdade de se manifestar nas ruas.

“As pessoas querem mais no Brasil, mais transporte, mais saúde, mais salário, questionar o custo da Copa do Mundo. Acho que isso é saudável para um país que vive apenas 20 e poucos anos de democracia contínua”, disse no discurso de abertura do encontro sobre segurança alimentar organizado pela ONU e pelo Instituto Lula em Adis Abeba, na Etiópia.

Lula também elogiou a presidente Dilma Rousseff pela atuação nos recentes episódios de protestos em todo o país. O ex-presidente esteve envolvido em uma polêmica na semana passada, quando teve que desmentir supostas críticas feitas ao governo.

Segundo a “Folha de S. Paulo”, Lula teria criticado a decisão de consultar o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), antes de a presidente apresentar a proposta a governistas como o vice-presidente Michel Temer (PMDB).Lula também teria ressalvas sobre a atuação dos ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Aloizio Mercadante (Educação)”.

O jornalista Josias de Souza, blogueiro do UOL, também publicou que Lula teria recebido mal a notícia de que Dilma enviara o ministro Cardozo em missão de paz junto a FHC.

De acordo com fontes ouvidas pelo jornal “O Estado de S.Paulo”, Lula teria dito em uma reunião na última terça-feira (25), com representantes de movimentos sociais aliados do governo, que a organização de manifestações pela internet seria valiosa para aprovar a reforma política e que estaria empenhado em testar as redes sociais para fomentar mobilizações políticas.

Ex-presidente ganharia eleição no 1º turno

Uma pesquisa divulgada neste sábado (29) pelo Datafolha, publicada pelo jornal “Folha de S. Paulo”, mostrou que, em um dos cenários para a eleição presidencial do próximo ano, Lula venceria no 1º turno em um dos cenários apresentados, caso Dilma não participasse do pleito.

Já a presidente teria de enfrentar um segundo turno, após sua taxa de intenção de votos cair até 21 pontos percentuais.

Ainda de acordo com a “Folha de S. Paulo”, há um crescente movimento dentro do PT que pede a volta de Lula em 2014.

Jornal Midiamax