A tão aguardada revanche entre Anderson Silva e Chris Weidman, realizada neste sábado (28) no UFC 168, em Las Vegas (EUA), teve um desfecho inesperado. No segundo round do combate, Spider quebrou o osso da canela quando tentou chutar a perna do oponente. O brasileiro foi ao chão gritando, sentindo muita dor, e precisou sair do octógono carregado em uma maca.

Com a lesão de Anderson, Weidman foi considerado vitorioso por nocaute técnico e manteve o cinturão dos pesos-médios do UFC.

Weidman e Anderson se enfrentaram pela primeira vez em julho deste ano, no UFC 162. Na ocasião, o americano nocauteou Spider no segundo round, se tornando o primeiro homem a superar o brasileiro dentro do UFC e capturando o cinturão que pertencia ao lutador desde 2006.

A Luta

Weidman conseguiu a queda logo no início do round, mas Anderson usou a grade para se levantar e os lutadores trocaram algumas joelhadas. O campeão derrubou Anderson com um knockdown e jogou fortes golpes no ground and pound. Weidman puxou a nuca de Spider para cima, tentando fazer o brasileiro sentir a cervical, mas Anderson jogou socos e cotoveladas no rosto do americano e escapou de uma possível finalização.

No segundo assalto, Anderson não quis cumprimentar o oponente. Spider foi mais agressivo na trocação, jogando chutes baixos na perna do americano. Em um dos chutes, a canela de Anderson acertou o joelho de Weidman e o osso se quebrou, fazendo o membro se dobrar. Spider se jogou no chão imediatamente, gritando de dor. A luta foi encerrada imediatamente, e Anderson precisou ser retirado de maca do octógono.

A grave lesão provocou um grande silencia no MGM Grand Garden Arena. Até mesmo o americano se conteve na comemoração da vitória. Ele lamentou a contusão e enalteceu seu oponente. “Gostaria de dizer que não importava o que acontecesse hoje, ele ainda é o melhor de todos os tempos. Ele merece muito que Deus o abençoe. Eu esperava que ele viesse chutar forte, e eles machucam muito mesmo. Não gostaria que ele se machucasse dessa maneira, mas isso é parte do esporte. A defesa desse chute é uma das coisas que eu vinha trabalhando, mas é claro que não era o meu objetivo quebrar a perna dele”, afirmou Weidman ainda no octógono.

Confira os resultados completos do UFC 168:

CAR PRINCIPAL

Chris Weidman venceu Anderson Silva por nocaute técnico (lesão) no segundo round;
Ronda Rousey venceu Miesha Tate por finalização (chave de braço) no terceiro round;
Travis Browne venceu Josh Barnett por nocaute técnico no primeiro round;
Jim Miller venceu Fabrício ‘Morango’ por finalização (chave de braço) no primeiro round;
Dustin Poirier venceu Diego Brandão por nocaute técnico no primeiro round.

CARD PRELIMINAR

Uriah Hall venceu Chris Leben por nocaute técnico no primeiro round;
Michael Johnson venceu Gleison Tibau por nocaute no segundo round;
Dennis Siver venceu Manny Gamburyan por decisão unânime após três rounds;
John Howard venceu Siyar Bahadurzada por decisão unânime após três rounds;
William ‘Patolino’ venceu Bobby Voelker por decisão unânime;
Robbie Peralta venceu Estevan Payan por nocaute técnico no terceiro round.