Geral

Trabalhador mata colega a enxadadas em Campo Grande e avisa que vai faltar no serviço

O servente de pedreiro Ronilson Samuel Custódia de 30 anos, foi morto a golpes de enxada, no início da madrugada desta segunda-feira (15), na casa onde morava com um colega de trabalho, na rua 103, no bairro Nova Campo Grande na capital. A vítima bebia com Alexandre dos Santos Vicente, 23, antes de ser assassinado. […]

Arquivo Publicado em 15/10/2012, às 20h38

None
1858290816.jpg

O servente de pedreiro Ronilson Samuel Custódia de 30 anos, foi morto a golpes de enxada, no início da madrugada desta segunda-feira (15), na casa onde morava com um colega de trabalho, na rua 103, no bairro Nova Campo Grande na capital.

A vítima bebia com Alexandre dos Santos Vicente, 23, antes de ser assassinado. Alexandre, que é o principal suspeito do crime está foragido.

Ambos alugaram a casa, pois trabalhavam no residencial Nelson Trad, que fica aos fundos do bairro Nova Campo Grande.

Ele teria ligado para outro colega de trabalho, dizendo que não iria trabalhar porque tinha matado Ronilson. A polícia acredita que Alexandre fugiu para a cidade de Aquidauana.

Vizinhos disseram que os dois bebiam e escutavam som alto. De acordo com informações, uma mulher também esteve na residência antes do crime.

De acordo com o delegado Natanael Costa do 7° DP, a vítima foi golpeada na cabeça próximo a porta da sala, arrastada até ao banheiro onde sofreu mais golpes de enxada pelo corpo. A reportagem não pôde entrar na casa, onde segundo a Polícia Civil, havia muito sangue.

Jornal Midiamax