Geral

Sobe para 33 mil o número de mortes provocadas pela violência na Síria

A violência na Síria causou pelo menos 33 mil mortes, na maioria de civis, desde o início da revolta contra o regime do presidente do país, Bashal Al Assad, em meados de março de 2011, informou hoje (13) o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). Segundo a entidade, um sinal da intensificação da violência é […]

Arquivo Publicado em 13/10/2012, às 14h52

None

A violência na Síria causou pelo menos 33 mil mortes, na maioria de civis, desde o início da revolta contra o regime do presidente do país, Bashal Al Assad, em meados de março de 2011, informou hoje (13) o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).



Segundo a entidade, um sinal da intensificação da violência é o fato de cerca de mil pessoas terem morrido apenas nos últimos cinco dias.



“Pelo menos 23.630 civis [armados e não armados], 8.211 soldados e 1.241 desertores foram mortos nos confrontos na Síria”, declarou o presidente do observatório, Rami Abdel Rahmane. Segundo ele, as mortes ocorreram entre meados de março de 2011 e 12 de outubro de 2012.



O dia mais sangrento desde o início do conflito foi o de 26 de setembro, quando foram registados 306 óbitos.



Nos últimos dois dias, o Exército da Síria sofreu perdas consideráveis, principalmente com a morte de 100 soldados na quinta-feira (11).


Jornal Midiamax