Geral

Senai trará máquina de escaneamento corporal à Expo-MS Industrial 2012

A Expo-MS Industrial 2012, que será realizada pela Fiems de 22 a 25 de maio, no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande (MS), terá como uma das suas principais novidades uma máquina de escaneamento corporal, a “body scanner”, que permite a verificação exata das medidas das pessoas para a confecção de […]

Arquivo Publicado em 26/04/2012, às 11h09

None

A Expo-MS Industrial 2012, que será realizada pela Fiems de 22 a 25 de maio, no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande (MS), terá como uma das suas principais novidades uma máquina de escaneamento corporal, a “body scanner”, que permite a verificação exata das medidas das pessoas para a confecção de roupas em geral. A tecnologia será disponibilizada pelo Senai de Mato Grosso do Sul em parceria com o Senai Cetiqt (Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil) do Rio de Janeiro, tendo o apoio do Sindivest/MS (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário, Tecelagem e Fiação), Sinvesul (Sindicato das Empresas do Vestuário Industrial da Região Sul), Sindivesc (Sindicato das Indústrias do Vestuário de Corumbá) e Sindivestil (Sindicato das Indústrias do Vestuário, Tecelagem e Fiação de Três Lagoas).


Para o presidente do Sindivest/MS (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário, Tecelagem e Fiação de Mato Grosso do Sul), José Francisco Veloso Ribeiro, que é o representante da Região Centro-Oeste no Conselho Técnico Administrativo do Senai Cetiqt, trazer o “body scanne”’ para a Expo-MS Industrial representa mais uma forma de divulgar a tecnologia oferecida atualmente para o segmento do vestuário e têxtil. “Queremos trazer as novas tecnologias para divulgá-las às indústrias do vestuário, tanto na área de modelagem, quanto de antropometria, além de ampliarmos a parceria do Senai Cetiqt com o Senai de Mato Grosso do Sul”, declarou.


Francisco Veloso conferiu pessoalmente a demonstração da máquina feita pelo gerente da AIEP (Assessoria de Inovação de Estudos e Pesquisas) do Senai Cetiqt, Flávio Sabra, que também coordenada o Projeto Pesquisa Antropométrica. Ele explicou ao presidente do Sindivest/MS que o escaneamento corporal oferecido pelo Senai Cetiqt já registrou as medidas de 3,4 mil pessoas no Rio de Janeiro e pretende registrar as medidas de 2 mil pessoas em Minas Gerais, 1,5 mil pessoas no Rio Grande do Norte, 400 pessoas em São Paulo e mais 300 pessoas em Mato Grosso do Sul durante a Expo-MS Industrial.


Ainda segundo Flávio Sabra, o intuito é que os dados coletados contribuam para traçar o perfil de consumo da população brasileira atrelado à massa corpórea. “Além da questão de verificação das medidas dos voluntários, nós realizamos também uma pesquisa qualitativa, abordando os hábitos de consumo de cada pessoa”, explicou. Ele acrescenta que a máquina foi trazida da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e é dotada de 16 sensores e 32 câmeras. O técnico do Senai Cetiqt, Luiz Felipe Falconeri, reforça que o “body scanner” não é a laser e não tem radiação, permitindo que qualquer pessoa entre e que sejam feitas medições eletrônicas e manuais.


“Essa máquina tem chamado a atenção em todos os locais que já visitamos, principalmente, porque ao término das medições o voluntário pode levar para a casa a relação com as suas medidas”, detalhou Luiz Falconeri. O técnico reforça que o “body scanner” permite retirar medidas personalizadas com o escaneamento de todo o corpo da pessoa por meio de ondas de radiofrequência, como aparelhos de ressonância magnética, que têm menor energia e comprimento maior, sendo rebatidas pelo corpo.

Jornal Midiamax