Geral

Sem goleadores, Flamengo e Bahia empatam e seguem ameaçados

Nesta quinta-feira, Flamengo e Bahia fizeram um jogo movimentado e bem disputado, mas não saíram do zero no Engenhão. Sem contar com os principais artilheiros das equipes, Vagner Love pelo Flamengo e Souza pelo Bahia, ambos os times não conseguiram concluir para o gol as chances que tiveram e seguem ameaçados pela zona de rebaixamento […]

Arquivo Publicado em 05/10/2012, às 01h07

None

Nesta quinta-feira, Flamengo e Bahia fizeram um jogo movimentado e bem disputado, mas não saíram do zero no Engenhão. Sem contar com os principais artilheiros das equipes, Vagner Love pelo Flamengo e Souza pelo Bahia, ambos os times não conseguiram concluir para o gol as chances que tiveram e seguem ameaçados pela zona de rebaixamento do Brasileiro.

Com o resultado, o clube carioca e a equipe baiana vão para 35 pontos, em 11º e 12º lugar na classificação, respectivamente. Na próxima rodada, o Flamengo visita o Corinthians no Pacaembu, na quarta, às 22h (de Brasília), enquanto o Bahia recebe o Fluminense, no mesmo dia, às 19h30.

O jogo

De grande importância para ambas as equipes, o duelo no Engenhão começou tenso, com poucas chances. O Flamengo mantinha a posse de bola, mas enfrentava dificuldades para escapar da marcação baiana. A primeira chance, entretanto, foi do Bahia, que viu Gabriel chutar forte para defesa de Felipe aos 18min. A finalização animou o time tricolor, que passou a dominar o confronto e levar perigo para os mandantes.

Em um passe errado de Gonz´áles aos 35min, o Bahia teve a chance abrir o placar, mas Cláudio Pitbull errou por muito o gol. No último lance da primeira etapa, o Flamengo teve a melhor chance do jogo. Marcelo Lomba praticou três defesas difíceis após descida do time rubro-negro até o juiz invalidar parte do lance por impedimento.

No primeiro lance de perigo após a volta do intervalo, o Flamengo, melhor com a entrada de Adryan no lugar de Hernane, acertou o travessão de Lomba com Cléber Santana aos 7min. Superior, o Flamengo criava as melhores chances da etapa final. Aos 19min, Adryan recebeu cruzamento e tocou de cabeça perto do gol baiano. A chance mais real da partida, contudo, veio com o Bahia na sequência: Gabriel saiu na cara de Felipe, que fez grande defesa para impedir o gol.

Enquanto o Bahia desperdiçava muitos contra-ataques, o Flamengo não conseguia valer a maior posse de bola. As equipes diminuíram o ritmo na reta final do confronto e não conseguiram marcar um gol diante do bom público que compareceu ao Engenhão na noite desta quinta.

Jornal Midiamax