Geral

Quadrilha rouba banco em MT e queima ônibus escolar para fugir

Quadrilha roubou banco em Marcelândia e fugiu com reféns na MT-130. Para barrar avanço da PM, ônibus que transportava 40 crianças foi queimado

Arquivo Publicado em 10/10/2012, às 10h51

None
1588567687.jpg

Quadrilha roubou banco em Marcelândia e fugiu com reféns na MT-130. Para barrar avanço da PM, ônibus que transportava 40 crianças foi queimado

A quadrilha que roubou uma agência bancária nesta terça-feira (9) em Marcelândia, cidade a 712 quilômetros de Cuiabá, incendiou um ônibus escolar para bloquear a estrada da MT-130, durante a fuga. O veículo transportava 40 crianças, no entanto, nenhuma delas ficou ferida. Os criminosos, segundo as testemunhas, depois de render o motorista do veículo ainda atiraram no pé dele. Além do ônibus, a quadrilha incendiou outro veículo durante a fuga.


Durante a ação criminosa, segundo relatou o prefeito da cidade, Adalberto Diamante, a quadrilha atirou várias vezes para cima para intimidar a população. “Depois de uns 40 minutos que eles estavam fugindo fizeram um ônibus escolar parar na estrada, fez as crianças descerem e colocaram o ônibus atravessado na rodovia para bloquear a passagem da polícia”, disse.


Outro ônibus foi enviado para buscar os estudantes na região. Ainda segundo o prefeito, a quadrilha estaria em dois veículos, sendo uma caminhonete e um carro de passeio. Entre os reféns, estão um funcionário do banco, o gerente da unidade e três clientes. Dos cinco reféns, três já foram liberados.


Durante a fuga, segundo informou a polícia, um dos assaltantes ficou ferido em confronto com policiais militares. Porém, ele ainda conseguiu fugir com o restante da quadrilha. O grupo estaria armado com fuzis e revólveres calibre 12.


O crime


O assalto ocorreu em um banco localizado na região central da cidade, em uma modalidade de crime conhecida pela polícia como ‘Novo Cangaço’.


O coronel da PM que coordena a operação, Adriano Denardi, homens de Peixoto de Azevedo, Santa Helena, Cláudia, União do Sul e Itaúba foram deslocados para o local.


Foram montadas barreiras nas principais estradas da região para tentar localizar os assaltantes. Uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope) também deve se deslocar de Cuiabá para Marcelândia para auxiliar na captura da quadrilha.


Balanço do Sindicatos dos Bancários de Mato Grosso (SEEB-MT), aponta que até o começo deste mês foram registrados 58 ataques a bancos e 102 arrombamentos a caixas a eletrônicos.

Jornal Midiamax