Geral

PT leva multidão a caminhada no centro de Campo Grande

Estrelas do partido puxaram o ato político e gritavam pelo fim da ditadura, em menção a vídeo que mostra Puccinelli coagindo eleitores a votar nos candidatos governistas

Arquivo Publicado em 25/08/2012, às 14h29

None
1214443230.jpg

Estrelas do partido puxaram o ato político e gritavam pelo fim da ditadura, em menção a vídeo que mostra Puccinelli coagindo eleitores a votar nos candidatos governistas

Em comemoração ao aniversário de 113 anos de Campo Grande, o PT, do candidato a prefeito Vander Loubet, levou, na manhã deste sábado (25), uma multidão de militantes e simpatizantes às principais ruas da Capital. As estrelas do partido puxaram a caminhada e gritavam pelo fim da ditadura, em menção a vídeo publicado pelo Midiamax, que mostra o governador André Puccinelli (PMDB) coagindo eleitores a votar nos candidatos governistas.


O ato político atraiu olhares e sorrisos de diversos campo-grandenses que circulavam pelo centro da cidade. Chamou a atenção a união dos petistas, com a participação do senador Delcídio do Amaral, do ex-governador Zeca do PT, do deputado federal Antônio Carlos Biffi, dos deputados estaduais Cabo Almi e Pedro Kemp, de vereadores e do presidente regional da legenda, Marcus Garcia, na caminhada.


“Agora é hora de cada vez mais ir às ruas”, declarou Vander sobre a estratégia de campanha da sigla. Segundo ele, o partido vai ao segundo turno da eleição com “emoção, conteúdo e povo”.


Delcídio engrossou o discurso e informou que investimentos serão feitos para “espalhar o nome de Vander por Campo Grande”. “Com mais estrutura de campanha, vamos mostrar tudo o que fizemos, mobilizar a militância e eu não tenho dúvida nenhuma, o PT vai crescer”, declarou.


Empolgado com a caminhada, Zeca reforçou que a campanha ganhará força para levar Vander ao segundo turno da eleição. “A partir de agora, vamos intensificar rua, motivar a militância e o PT motivado tem naturalmente em Campo Grande 25%”, opinou.


Ele ainda destacou que com a caminhada o partido mostrou que está resgatando as origens. “É histórico nas campanhas do PT a ocupação da rua, a conquista do voto democraticamente, ganhar o imaginário, ganhar a cabeça das pessoas. A caminhada tem esse sentido emblemático e simbólico”, comentou.


Peculiaridades e alegria


Para alegrar a caminhada, os petistas abusaram da criatividade e deram um colorido especial ao ato político. Vários militantes foram fantasiados de Chaves, Chiquinha, Homem Aranha, entre outros. Malabaristas deram um tom divertido ao evento e bonecos gigantes dos candidatos se destacaram entre a multidão.


Os petistas estimaram a presença de cerca de 3,5 mil pessoas na caminhada. A multidão deu voz a pedido de “abaixo à ditadura, PT na prefeitura”. No microfone, militantes pediam “mais emprego e menos impostos”. E cartazes simbolizaram o apelo “por uma cidade mais justa e por respeito às mulheres”. 

Jornal Midiamax