Geral

Projeto de nutrição distribui alimentos no calçadão da Barão em Campo Grande

Uma aula de nutrição a céu aberto acontece hoje até às 16h no calçadão da Barão, entre as ruas Calógeras e Treze de Maio, região central de Campo Grande. Quem passar por lá, poderá receber ao menos 300 kit’s contendo frutas e verduras, além de receitas de como reaproveitar os alimentos, fazer um teste individual […]

Arquivo Publicado em 17/10/2012, às 12h01

None
1990438062.jpg

Uma aula de nutrição a céu aberto acontece hoje até às 16h no calçadão da Barão, entre as ruas Calógeras e Treze de Maio, região central de Campo Grande. Quem passar por lá, poderá receber ao menos 300 kit’s contendo frutas e verduras, além de receitas de como reaproveitar os alimentos, fazer um teste individual para saber qual o estado nutricional, além de orientação sobre diversos tipos de alimentos, como por exemplo o orgânico e o termogênico.


”Acho que este pode ser o primeiro passo para eu acabar com a minha ansiedade, desde que parei de fumar há um ano e meio. O jeito foi substituir a vontade do cigarro pela comida e com isso engordei um pouco. Mas agora vou tentar manter o equilíbrio e seguir as receitas, como por exemplo fazer um biscoito deliciosos de casaca de mamão que experimentei”, diz a comerciante Norma Gandu, 46 anos.


Norma foi a primeira a receber o kit de alimentos com batata doce, couve, cenoura, tomate, berinjela, banana, entre outros alimentos. Segundo a coordenadora da CPA (Central de Processamento de Alimentos), da SAS (Secretaria de Assistência Social) da Prefeitura, Gizeli Motta do Prado, a distribuição é feita diariamente para 122 entidades, onde 54 mil pessoas são beneficiadas em Campo Grande.


”Alguns locais pegam apenas para fazer as refeições, já outros fazem a refeição paralela a ações sócio-educativas. É uma mudança de vida que promovemos desde 1996, sendo que em 2005 foi feito um convênio com o Ministério de Desenvolvimento Social, de combate e controle a fome. Ainda temos uma equipe de nutricionistas e assistentes sociais para ensinar a ‘reaproveitação’ correta dos alimentos”, explica a coordenadora.


Entidades como o Sesc (Serviço Social do Comércio) e acadêmicos de Nutrição e Educação Física da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), Uniderp, UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e Cassems também estão presentes, no evento promovido pelo Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional de Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax