Geral

Presidente eleito do México está no Brasil para visita de dois dias e reunião com Dilma

O presidente eleito do México, Enrique Peña Nieto (Partido Revolucionário Institucional, PRI), começa hoje (19) uma visita de dois dias ao Brasil. Em São Paulo, ele se reúne com os empresários da Federação das Indústrias do Estado (Fiesp). Amanhã à tarde, a presidenta Dilma Rousseff recebe Nieto. Em seguida, o mexicano concederá entrevista. Depois do […]

Arquivo Publicado em 19/09/2012, às 10h43

None

O presidente eleito do México, Enrique Peña Nieto (Partido Revolucionário Institucional, PRI), começa hoje (19) uma visita de dois dias ao Brasil. Em São Paulo, ele se reúne com os empresários da Federação das Indústrias do Estado (Fiesp). Amanhã à tarde, a presidenta Dilma Rousseff recebe Nieto. Em seguida, o mexicano concederá entrevista.


Depois do Brasil, o presidente eleito vai para a Guatemala, Colômbia, o Chile, a Argentina e o Peru. Eleito em julho com cerca de 19 milhões de votos, 3 milhões a mais que Andrés Manuel López Obrador, candidato da coalizão de esquerda, Nieto toma posse em 1º de dezembro. Segundo ele, uma das prioridades é estreitar laços e aprofundar o relacionamento político e econômico com os países da América Latina.


Nieto foi acusado de compra de votos pela coalizão de esquerda, que pediu a anulação da votação, mas a Justiça Eleitoral do México rejeitou a apelação e confirmou a vitória. Durante a campanha, ele foi envolvido em escândalos de corrupção e integrantes de seu partido com o narcotráfico.


Por sete décadas até o ano 2000, o PRI, partido do presidente eleito, governou o México. O desafio do novo governo, segundo especialistas, é enfrentar e conter os avanços dos dez maiores cartéis de tráfico de drogas, armas e pessoas que atuam no país, espalhando uma onda de violência e medo principalmente nas regiões de fronteira.

Jornal Midiamax