Geral

PMA autua pecuarista em R$ 20,9 mil por desmatamento e incêndio em Cassilândia

Policiais Militares Ambientais de Cassilândia (MS) realizavam fiscalização nas propriedades rurais do município e autuaram ontem o proprietário da fazenda Mirante do Chapadão por desmatamento e incêndio. O pecuarista, residente em Campo Grande (MS), havia desmatado diversas árvores de grande porte sem autorização do órgão ambiental competente. Além disso, ele queimava as árvores...

Arquivo Publicado em 19/09/2012, às 11h27

None
472840602.JPG

Policiais Militares Ambientais de Cassilândia (MS) realizavam fiscalização nas propriedades rurais do município e autuaram ontem o proprietário da fazenda Mirante do Chapadão por desmatamento e incêndio. O pecuarista, residente em Campo Grande (MS), havia desmatado diversas árvores de grande porte sem autorização do órgão ambiental competente. Além disso, ele queimava as árvores derrubadas, o que é proibido, mesmo em desmatamentos autorizados, pois sempre que licencia uma atividade de supressão vegetal, o órgão ambiental exige que seja feito o aproveitamento do material lenhoso.


O desmatamento foi realizado com pá carregadeira e correntão, sendo derrubadas árvores de grande porte de uma área de pastagem e amontoadas para serem queimadas. O incêndio, que acontecia no momento da chegada dos policiais, atingiu área de 2 hectares. As atividades foram interditadas.


A PMA efetuou um auto de infração administrativo e multou o pecuarista em R$ 20.900,00. O autuado também responderá por crime ambiental de desmatamento e por provocar o incêndio. Pelo desmatamento poderá pegar pena de 03 a 06 meses de detenção. Pelo incêndio poderá pegar pena de 02 a 04 anos de reclusão.

Jornal Midiamax