Geral

PMA autua fazendeiro por exploração de madeira e desmatamento ilegal de 6,5 hectares

Policiais Militares Ambientais de Cassilândia (MS), em fiscalização no dia (3) nas propriedades rurais do município localizaram um desmatamento de 6,5 hectares de área de vegetação nativa sem autorização ambiental. Os policiais localizaram o desmatamento na fazenda Santo Reis, o qual era recente, tendo sido realizado com uso de um correntão, com máquinas de esteiras. […]

Arquivo Publicado em 29/08/2012, às 20h57

None

Policiais Militares Ambientais de Cassilândia (MS), em fiscalização no dia (3) nas propriedades rurais do município localizaram um desmatamento de 6,5 hectares de área de vegetação nativa sem autorização ambiental.

Os policiais localizaram o desmatamento na fazenda Santo Reis, o qual era recente, tendo sido realizado com uso de um correntão, com máquinas de esteiras. No local, os policiais ainda verificaram a exploração da madeira que era transformada em postes para cercas sem autorização ambiental. As atividades foram interditadas.

Pelo desmatamento o autuado recebeu multa administrativa de R$ 2.100,00. Pela exploração ilegal da madeira, ele foi multado em mais R$ 600,00. As multas foram executadas ontem, em razão da localização do proprietário, somente nessa data.

Ele responderá por crime ambiental. Se condenado, pelo desmatamento poderá pegar pena de 3 a 6 meses de detenção e pela exploração ilegal de madeira poderá pegar pena de 6 meses a 1 ano de detenção.

Jornal Midiamax