Geral

PMA autua em R$ 12 mil assentados da Fazenda Itamarati por exploração de madeira

Uma equipe da Polícia Militar do Destacamento da Fazenda Itamarati, em Ponta Porã (MS) acionou ontem, Policiais Militares Ambientais de Dourados (MS), devido a detenção de 2 assentados por exploração ilegal de produtos florestais no assentamento. Os autuados, residentes nos lotes 1687 e 1262 tinham derrubados diversas árvores das espécies ipê e peroba, com uso […]

Arquivo Publicado em 05/10/2012, às 11h38

None
2107340511.JPG

Uma equipe da Polícia Militar do Destacamento da Fazenda Itamarati, em Ponta Porã (MS) acionou ontem, Policiais Militares Ambientais de Dourados (MS), devido a detenção de 2 assentados por exploração ilegal de produtos florestais no assentamento. Os autuados, residentes nos lotes 1687 e 1262 tinham derrubados diversas árvores das espécies ipê e peroba, com uso de motosserra para a exploração da madeira na reserva legal (área protegida por lei) do assentamento. A madeira foi apreendida, bem como 2 motosserras que eles utilizavam para o corte.


Os agricultores, de 32 e 37 anos, não foram conduzidos à delegacia, devido à proibição de alguns tipos de prisões durante o período eleitoral, porém, eles responderão por crime ambiental. Se condenados poderão receber pena de detenção seis meses a um ano.


Cada um dos assentados também recebeu multa administrativa no valor de R$ 5.000,00 pela exploração da madeira e mais R$ 1.000,00 pelo uso ilegal das motosserras.


A PMA tem deparado com diversos crimes ambientais em áreas de assentamentos. Os crimes contra a flora têm sido os mais comuns.

Jornal Midiamax