Geral

PMA autua duas pessoas em R$ 12,6 mil por carga e armazenamento ilegal de carvão nativo

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu (MS) realizavam fiscalização no assentamento 17 de abril, na fazenda desapropriada “Tejin” em Nova Andradina (MS) e apreenderam ontem no final da tarde um caminhão Ford Cargo, com uma carga de 35 m³ de carvão que seria transportada sem o Documento de Origem Florestal-DOF, que é o documento ambiental para […]

Arquivo Publicado em 31/08/2012, às 20h50

None
1610704967.jpg

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu (MS) realizavam fiscalização no assentamento 17 de abril, na fazenda desapropriada “Tejin” em Nova Andradina (MS) e apreenderam ontem no final da tarde um caminhão Ford Cargo, com uma carga de 35 m³ de carvão que seria transportada sem o Documento de Origem Florestal-DOF, que é o documento ambiental para o transporte de qualquer produto da flora.

Os policiais apreenderam o caminhão, no momento em que era carregado com o carvão ilegal, no lote 889 do assentamento. O proprietário do caminhão, que adquiriu o carvão ilegal, residente em Nova Alvorada do Sul (MS) foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 10.500,00. A proprietária do lote que vendia o carvão foi autuada administrativamente e multada em R$ 2.100,00, por ainda possuir armazenados 7 m³ de carvão ilegal.

O carvão e o caminhão foram apreendidos e encaminhados, juntamente com os autuados, à Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina. Eles responderão por crime ambiental. Se condenados, poderão pegar pena de 6 meses a 1 ano de detenção.

No dia 23 deste mês, a PMA já havia apreendido outro caminhão e autuado assentados com carvão ilegal no mesmo assentamento. Os policiais continuarão mantendo a fiscalização na região do assentamento, visto que existem diversas denúncias de crimes contra a flora no local, especialmente a fabricação de carvão com madeira ilegal.

Jornal Midiamax