Geral

PMA autua administrador de fazenda por exploração ilegal de madeira

Os crimes contra a flora tem se destacado nas operações realizadas pela Polícia Militar Ambiental. Foram aplicadas este ano, multas que passam de R$ 2 milhões, por desmatamentos, exploração e transporte de madeira ilegal, carvoarias e carvão ilegais e incêndios. Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) em fiscalização nas propriedades rurais do município de […]

Arquivo Publicado em 18/07/2012, às 12h10

None
49825706.jpg

Os crimes contra a flora tem se destacado nas operações realizadas pela Polícia Militar Ambiental. Foram aplicadas este ano, multas que passam de R$ 2 milhões, por desmatamentos, exploração e transporte de madeira ilegal, carvoarias e carvão ilegais e incêndios.


Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) em fiscalização nas propriedades rurais do município de Rochedo (MS) localizaram ontem no final da tarde, na fazenda Barreirinho, a derrubada de várias árvores da espécie “faveiro” e várias outras espécies, para exploração da madeira sem autorização. O Administrador foi pego em flagrante, quando realizava a derrubada das árvores com utilização de uma motosserra, que também não tinha documentação. Foram apreendidos 8,6 m³ de madeira e uma motosserra. As árvores estavam sendo transformadas em postes e lascas para ser utilizada em cercas. e as atividades foram interditadas.


A administrador da fazenda, residente em Campo Grande (MS) foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.700,00 por explorar madeira sem autorização e mais R$ 1.000,00 pela utilização da motosserra sem Licença de Porte e Uso – LPU. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Jornal Midiamax