Geral

PMA aplica mais de R$ 40 mil em multas durante a “Operação Padroeira do Brasil”

A Polícia Militar Ambiental (PMA) encerrou na manhã desta segunda-feira (15), a “Operação Padroeira do Brasil”, realizada durante o feriado prolongado tendo como objetivo coibir crimes ambientais como a pesca predatória e o tráfico de animais silvestres. De acordo com a PMA, foram aplicados 31 autos de infrações com multas totais de R$ 40.600,00. Também […]

Arquivo Publicado em 15/10/2012, às 21h50

None
795568361.jpg

A Polícia Militar Ambiental (PMA) encerrou na manhã desta segunda-feira (15), a “Operação Padroeira do Brasil”, realizada durante o feriado prolongado tendo como objetivo coibir crimes ambientais como a pesca predatória e o tráfico de animais silvestres. De acordo com a PMA, foram aplicados 31 autos de infrações com multas totais de R$ 40.600,00. Também foram presas 19 pessoas por pesca predatória e sete pessoas autuadas por falta de licença de pesca.



A Polícia Militar Ambiental também registrou o aumento de pescado apreendido este ano, já que foram recolhidos 312 kg de pescado e na operação anterior foram apreendidos 289 kg durante o mesmo período. A região com mais ocorrências de crime ambiental foi Coxim, que recebeu reforço de equipes de Campo Grande. No município, a PMA autuou 19 pessoas, sendo 13 por pesca acima de exemplares acima da cota, quatro por armazenamento de pescado ilegal e dois por pescar sem licença.



A Operação também focou os trabalhos no combate ao tráfico de animais silvestres, em especial os papagaios, devido ao período de reprodução dos animais. Este ano as ações foram focadas nos municípios onde foram registradas apreensões de animais silvestres como Jateí, Batayporã, Bataguassu, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Três Lagoas, Santa Rita do Pardo, Nova Andradina e Brasilândia, além de Naviraí e Mundo Novo.



Com relação aos petrechos proibidos de pesca apreendidos, as maiores apreensões foram registradas para os anzóis de galho, com 692 apreendidos, quase o dobro da operação do ano passado. Em relação às redes de pesca, foram apreendidas 34, contra 39 apreensões do ano passado. Somados em comprimento, foram quase 3 km de redes apreendidas.


Jornal Midiamax