Geral

Pesquisa do IBGE coloca Campo Grande como a 36ª cidade com maior PIB do Brasil

A cidade cresceu 19,2% no período 2009-2010, isso corresponde a R$ 2.234.148.000,00 em valores absolutos. Mato Grosso do Sul é o 30º PIB per capita R$ 17.625,73.

Arquivo Publicado em 13/12/2012, às 12h05

None

A cidade cresceu 19,2% no período 2009-2010, isso corresponde a R$ 2.234.148.000,00 em valores absolutos. Mato Grosso do Sul é o 30º PIB per capita R$ 17.625,73.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou na tarde desta quarta-feira (12), o estudo a cerca do PIB (Produto Interno Bruto) dos municípios brasileiros. Campo Grande aparece na 36ª colocação no ranking, com o PIB de R$ 13.875.046.000,00. A capital ficou atrás de Brasília e Goiânia e superou Cuiabá.


De acordo com o levantamento, Campo Grande se destaca por ser o 15º PIB entre as 27 capitais brasileiras; o 36º entre os 5.565 municípios brasileiros; possuir 31,9% do valor do PIB de MS e participar com 0,4% do PIB Brasil; ser 28º entre os 100 maiores municípios com o valor adicionado bruto dos Serviços – R$ 9.032.998.000,00; 70º entre os 100 maiores municípios com o valor adicionado bruto da Indústria R$ 2.449.273.000,00.


Além disso, a cidade cresceu 19,2% no período 2009-2010, isso corresponde a R$ 2.234.148.000,00 em valores absolutos. Mato Grosso do Sul é o 30º PIB per capita R$ 17.625,73.


Entre os 100 municípios avaliados a preço de mercado corrente, a liderança é ocupada pelo município de São Paulo com R$ 443.600.120.000,00. O Estado conta ainda com mais 33 município no ranking. No Estado do Rio de Janeiro, são 13 municípios onde o 2º maior PIB municipal é do município do Rio de Janeiro com R$190.249.043.000,00. Em seguida vem o Estado de Minas Gerais com nove municípios. O Paraná tem oito municípios entre os 100. Rio Grande do Sul tem seis municípios; Bahia e Santa Catarina quatro municípios cada; Espírito Santo e Pernambuco três; Goiânia e o Estado do Pará com dois municípios.


Com um município aparecem doze Estados brasileiros: Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia e Sergipe.


Agropecuária


MS tem sete municípios entre os 100 maiores em relação ao adicionado bruto da agropecuária. O valor adicionado da agropecuária é a contribuição ao PIB pela atividade da agropecuária, obtido pela diferença entre o valor da produção e o consumo intermediário absorvido pela atividade.


Rio Brilhante figura na 26ª posição, com PIB de R$ 299.553.000,00; Corumbá é o 34º, com R$ 276.548.000,00; Maracajú, com R$ 265.937.000,00, é o 38º; Sidrolândia registrou a 73º, com R$ 190.933.000,00; Costa Rica ficou com a 78ª, com R$ 183.158.000,00; Dourados, com R$ 177.141.000,00, na 84ª posição e Ponta Porã, o 97º PIB agropecuário, com R$ 169.370.000,00.


A liderança nacional é do município de Cristalina – GO com valor R$ 624.132.000,00 e a 100ª colocação é ocupada pelo município de Ariquemes – RO com valor R$ 168.469.000,00.


Menores PIBs


Nenhum dos 78 municípios do Estado de Mato Grosso do Sul aparecem na relação dos menores valores do PIB 2010 da Região Centro-Oeste , sendo que desta relação 25 municípios são do Estado de Goiás e cinco do Estado de Mato Grosso.


O menor valor municipal do PIB a preço de mercado corrente – 2010, do Estado de Mato Grosso do Sul é de Japorã com o valor de R$ 45.818.000,00 e o menor PIB municipal brasileiros é de Santo Antônio dos Milagres – PI com R$ 7.238.000,00, inferior seis vezes ao PIB de Japorã.


Destaque


O município de Nova Alvorada do Sul foi o que teve maior destaque comparando os valores do PIB 2009 e 2010. Com R$ 356.397.000,00, o município teve um aumento de 49%. A economia é voltada ao setor sucroalcooleiro.


Segundo Censo Demográfico de 2010, o município apresentou a 3ª maior taxa de crescimento populacional anual (2000-2010) de 5,14%. O PIB do município em valores correntes é o 23º do Estado de MS e o PIB per capita é de R$ 21.687,89 (13º).


Decréscimo


O município de Nioaque apresentou a pior avaliação no valor do preço de mercado corrente no período 2009-2010, com R$ 153.968.000,00. Valor R$ 4.160.000,00 inferior ao PIB registrado em 2009, de R$ 158.128.000,00.


Maior e menor PIB per capita


De acordo com os resultados, Chapadão do Sul, tem o maior PIB per Capita de MS: R$ 34.715,60 e o 11º maior PIB a preço de mercado corrente do Estado – R$ 682.300.000,00.


O município é o 2º maior produtor de algodão e Sorgo do Estado e 14º na produção de suínos.


A taxa de crescimento populacional 2000-2010 foi de 5,36% – 2ª maior taxa de crescimento populacional de MS.


Japorã tem o menor PIB per Capita de MS: R$ 5.993,15 e o menor PIB a preço de mercado corrente n– R$ 45.818.000,00. O município é o 10º produtor de casulo do bicho-da-seda.


A taxa de crescimento de Japorã foi de 2,33% – 18º colocação.

Jornal Midiamax