Geral

Percentual de redução de tarifas de energia decepcionou o governo, diz ministro

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse hoje (5) que a decisão de reduzir em até 16,7% as tarifas energéticas no país decepcionou o governo. A declaração foi feita após a cerimônia de entrega do Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar. O percentual é inferior aos 20,2% anunciados pela presidenta Dilma […]

Arquivo Publicado em 05/12/2012, às 16h48

None

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse hoje (5) que a decisão de reduzir em até 16,7% as tarifas energéticas no país decepcionou o governo. A declaração foi feita após a cerimônia de entrega do Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar. O percentual é inferior aos 20,2% anunciados pela presidenta Dilma Rousseff em setembro.



“Todos nós ficamos [decepcionados]. A gente esperava uma colaboração maior, uma adesão maior, sobretudo de algumas empresas, mas é da vida. Estamos vendo como continuar esse programa que todo mundo sabe o quanto é importante para a economia industrial e para a economia doméstica também. A vida é assim.”



O valor da conta de luz dos brasileiros pode ficar até 16,7% menor a partir de 2013, segundo o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Márcio Zimmermann. A diminuição é resultado das assinaturas antecipadas de contratos de concessão de energia elétrica.



Segundo Zimmermann, o índice é atribuído à recusa das companhias Energética de São Paulo (Cesp), Energética de Minas Gerais (Cemig) e Paranaense de Energia (Copel) em aderir à proposta do governo.


Jornal Midiamax