Geral

Paulo Miranda vence 2ª etapa da Taça Pantanal

O golfista Paulo Miranda, de Campo Grande, venceu neste domingo (15) no campo da Associação Terras do Golfe, em Campo Grande (MS), a categoria principal da 2ª etapa da Taça Pantanal, o circuito válido para o ranking sul-mato-grossense amador de golfe. Miranda somou 158 tacadas net nos dois dias de torneio, contra 171 do vice-campeão […]

Arquivo Publicado em 18/04/2012, às 13h52

None

O golfista Paulo Miranda, de Campo Grande, venceu neste domingo (15) no campo da Associação Terras do Golfe, em Campo Grande (MS), a categoria principal da 2ª etapa da Taça Pantanal, o circuito válido para o ranking sul-mato-grossense amador de golfe.


Miranda somou 158 tacadas net nos dois dias de torneio, contra 171 do vice-campeão e vencedor da primeira etapa, João Moraes, representante de Cuiabá (MT).


Os campeões das demais categorias foram José Neto (handicap 8,6 a 14,0, 142 tacadas), Kaspar Burn (14,1 a 19,4, 140 tacadas), Marcelo Miranda (19,5 a 25,7, 148 tacadas), Sergio Paiva (25,8 a 36,0, 138 tacadas) e Andreia Munaro (feminino, 152 tacadas).


A entrega de prêmios foi feita durante um almoço no domingo, quando foi sorteado um pacote de três noites de hospedagem para duas pessoas no Nobile Amazônia Golf Resort, com dois green fees de 18 buracos.


O ponto alto da disputa do ranking sul-mato-grossense 2012 será a disputa da Taça Pantanal – Aberto do Mato Grosso do Sul, que também será válido para o ranking paulista de golfe e reunirá atletas de todo o país. O torneio acontecerá de 9 a 11 de agosto.


O campo da Associação Terras do Golfe possui 7.290 jardas de extensão. O desenho é do americano Dan Blankenship, um dos arquitetos de golfe mais conceituados em atuação no Brasil, que já desenhou campos como o Terravista Golf Course, em Trancoso, e o da Ilha de Comandatuba, ambos no sul da Bahia, e a irrigação é da Rain Bird, líder no setor. O empreendimento será em breve ampliado de 9 para 18 buracos, o que permitirá sediar torneios de nível internacional.

Jornal Midiamax