Geral

Paulo Duarte quer água em assentamentos e reduzir vulnerabilidade social em Corumbá

Ao anunciar mais cinco nomes que vão compor o primeiro escalão da administração municipal a partir de janeiro de 2013, o prefeito eleito Paulo Duarte demonstrou duas claras preocupações. A primeira delas é reduzir o contingente populacional que hoje se encontra em situação de risco e vulnerabilidade social. O outro é solucionar o crônico problema […]

Arquivo Publicado em 30/11/2012, às 00h15

None

Ao anunciar mais cinco nomes que vão compor o primeiro escalão da administração municipal a partir de janeiro de 2013, o prefeito eleito Paulo Duarte demonstrou duas claras preocupações. A primeira delas é reduzir o contingente populacional que hoje se encontra em situação de risco e vulnerabilidade social. O outro é solucionar o crônico problema da falta de água nos assentamentos rurais de Corumbá.

A solução definitiva para o abastecimento nos assentamentos é uma tarefa que caberá à Secretaria Municipal de Produção Rural, que vai ser comandada por Pedro Lacerda, que já foi secretário executivo de Desenvolvimento Agropecuário da atual gestão. Essa pasta terá o professor Jairto Saraiva Moreira como um interlocutor entre Prefeitura e famílias parceleiras.

“Daremos prioridade absoluta aos assentamentos. É um compromisso que fiz durante a campanha e vamos inovar. Teremos o Jairto que vai trabalhar dentro do assentamento para termos essa relação próxima às comunidades assentadas. Ele vai ser o nosso elo, vai trabalhar dentro do assentamento. Pedro Lacerda vai ajudar para buscarmos recursos junto aos governos Federal e Estadual para resolver definitivamente a questão da água. Vamos enfrentar esse desafio da água e resolver a questão”, afirmou o futuro chefe do Executivo Municipal. Ele antecipou que sua equipe já trabalha projetos ligados à solução desse problema e inclusive busca parceria com Funasa (Fundação Nacional de Saúde).

A inclusão social e o resgate de cidadania das famílias que vivem em situação de vulnerabilidade, vão ser trabalhados pela Secretaria Municipal de Assistência Social. A pasta será comandada pela psicóloga Andréa Cabral Ulle. Paulo Duarte quer redução dos índices apresentados pelo IBGE que mostram a existência de aproximadamente 15 mil pessoas em situação de miserabilidade. Ele propôs que a cidade debata amplamente a implantação de políticas de planejamento familiar.

“Corumbá evoluiu. Tinha até 1999, 19 mil pessoas em situação de indigência, com renda menor que meio salário mínimo. Hoje estamos com15 mil, mas ainda é muita gente. É um desafio do nosso governo melhorar essa situação, partir para trabalhos de inclusão voltados para crianças, adolescentes, geração de oportunidade de emprego e renda, combate ao consumo de drogas e a prostituição infantil. Também precisamos enfrentar assuntos espinhosos e vamos debater com a sociedade, sem dogmas, a questão do planejamento familiar. Não pode ser normal uma menina de 18 anos com três ou quatro filhos; que perspectiva essa pessoa vai ter? É um assunto que precisa ser seriamente debatido, porque se não for, dificilmente vamos sair dessa situação”, completou.

Demais anúncios

Durante a entrevista coletiva, no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Corumbá (ACIC), o prefeito eleito ainda anunciou que a Secretaria de Indústria e Comércio terá como titular o engenheiro agrônomo Pedro Paulo Marinho de Barros, atual secretário de Desenvolvimento Sustentável da administração Ruiter Cunha. O diretor-presidente da Fundação de Esportes de Corumbá (Funec) será o professor de educação física Elvécio Zequetto, ex-árbitro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Outro nome foi o do advogado Júlio César Pereira da Silva como Procurador Geral do Município.

Jornal Midiamax