Geral

‘Operação Sicarius’ prende quatro pessoas em Nova Alvorada e Deodápolis

Foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária e sete de busca e apreensão domiciliar nas cidades de Nova Alvorada do Sul e Deodápolis, nesta manhã deste sábado (14), por uma força tarefa composta por Policias Civis e Militares de Nova Alvorada do Sul e Rio Brilhante, além de agentes do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) […]

Arquivo Publicado em 15/12/2012, às 14h15

None

Foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária e sete de busca e apreensão domiciliar nas cidades de Nova Alvorada do Sul e Deodápolis, nesta manhã deste sábado (14), por uma força tarefa composta por Policias Civis e Militares de Nova Alvorada do Sul e Rio Brilhante, além de agentes do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e da Defron (Delegacia de Repressão a Crimes de Fronteira). 


Os presos são apontados como autores de um crime de homicídio ocorrido no assentamento agrovila Pana, distante a 70 quilômetros da cidade de Nova Alvorada, no dia 30 de outubro deste ano. Episódio em que o jovem Tiago Moreno Polisel, 21 anos de idade, foi torturado e morto com dois disparos de arma de fogo na cabeça.


O corpo da vítima foi encontrado em um matagal dois dias após seu desaparecimento, apresentando sinais de tortura, com as mãos amarradas para trás. Após o crime, a Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul, município a que pertence o assentamento, iniciou as investigações, concluindo que os quatro presos na operação tiveram envolvimento direto no sequestro, morte e ocultação do corpo da vítima.


Atendendo ao pedido da Polícia Civil, o Poder Judiciário expediu os mandados de prisão e busca e apreensão. O crime teria sido motivado por um acerto de contas entre Jorge Antonio Mendes e a vítima Tiago.


Em virtude disso, o irmão de Jorge, conhecido como “Neco” teria sequestrado a vítima em companhia de “Uéliton” e “Caburé” e, após submetê-la a tortura, executou-a com dois tiros na cabeça.


O corpo de Tiago foi encontrado amarrado e com sinais de tortura. Jorge teria participação como mandante do crime por ter atraído a vítima para uma emboscada, que resultou no seu sequestro e morte.


A Polícia apreendeu duas armas de fogo na casa de Jorge, que, além da prisão temporária, está sendo autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo de uso permitido. O armamento será submetido a exame pericial de balística.


Nove veículos foram apreendidos em poder do bando e também serão periciados. O nome da operação, “Sicaruis”, em latim, significa assassino, pistoleiro, aquele que mata por encomenda.


Foram presos na operação que contou com a participação de cerca de 25 Policiais, as seguintes pessoas:


1 – Manoel Félix Peruce, o “Néco”


2 – Uéliton José dos Santos


3 – Ailton Pereira de Menezes, o “Caburé”


 4 – Jorge Antonio Mendes.


(Com colaboração da assessoria).

Jornal Midiamax