Geral

Novo ministro do STF julgará habeas-corpus do goleiro Bruno

O novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, que tomou posse na quinta-feira, será o responsável por decidir pela libertação ou não do goleiro Bruno Fernandes, preso desde julho de 2010 pelo desaparecimento e morte de sua ex-amante Eliza Samudio. A relatoria do habeas-corpus impetrado pelo advogado de Bruno, Rui Pimenta, foi transferida […]

Arquivo Publicado em 30/11/2012, às 18h48

None
1147916271.jpg

O novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, que tomou posse na quinta-feira, será o responsável por decidir pela libertação ou não do goleiro Bruno Fernandes, preso desde julho de 2010 pelo desaparecimento e morte de sua ex-amante Eliza Samudio. A relatoria do habeas-corpus impetrado pelo advogado de Bruno, Rui Pimenta, foi transferida ainda ontem para Zavascki, segundo o STF. Neste sexta-feira, o gabinete do ministro recebeu os volumes do processo.



Tramitando no Supremo desde dezembro de 2011, o HC 111810 já passou pelas mãos dos ministros Ayres Britto, Cezar Peluso e Joaquim Barbosa. Os três negaram o pedido para libertar o goleiro. Pimenta, no entanto, entrou com recursos – o último será o julgado por Zavaski.



Não há prazo para que o novo ministro analise o habeas-corpus. O último indeferimento da liminar, feito por Barbosa, ocorreu em 30 de setembro.



O mérito do habeas-corpus ainda será julgado pelo colegiado de ministros do STF. Se a decisão for mantida, o goleiro Bruno deverá aguardar o julgamento popular preso, já que ele teve negada a liberdade em todas as instâncias judiciais.


Jornal Midiamax