Geral

Nossa Senhora Aparecida é consagrada por devotos em Corumbá

Agradecimentos, devoção, pedidos e consagrações. Assim foi o início deste 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, em Corumbá. Às 05h30, houve alvorada festiva. As missas começaram cedo, às 06 horas e os devotos chegavam de todas as partes da cidade, agarrados às imagens da santa e carregando velas. “Este é […]

Arquivo Publicado em 12/10/2012, às 15h09

None
240894271.bmp

Agradecimentos, devoção, pedidos e consagrações. Assim foi o início deste 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, em Corumbá. Às 05h30, houve alvorada festiva. As missas começaram cedo, às 06 horas e os devotos chegavam de todas as partes da cidade, agarrados às imagens da santa e carregando velas.


“Este é o dia em que vivenciamos o maior amor de devoção no país. É o dia de agraciarmos a mãe de Deus e nossa mãe que interfere por seu povo a todo tempo. Aqui em Corumbá, esse dia é celebrado com muitas honras, com missas pela manhã, com procissões à tarde e com quermesse. Nossa Senhora Aparecida é nossa mãe, que está sempre a rogar pelo seu povo”, disse o padre Fábio Vieira, pároco da Igreja Nossa Senhora Aparecida.


O padre ressaltou que somente na procissão, cerca de 10 mil fiéis participam da adoração e mais de 5 mil fiéis visitam a Igreja e assistem às missas que ocorrem de hora em hora. “O dia de Nossa Senhora Parecida é intenso. Aguardamos mais de 15 mil pessoas para participar ativamente das celebrações. É emocionante ver o quanto a população se move, de diversas partes da cidade, até da Bolívia, para agradecer ou pedir algo à nossa protetora”, enfatizou.


Milagres são os fatos mais relatados entre os fiéis. A dona de casa Claudina Alencar Martins, 56 anos, disse que foi através de Nossa Senhora Aparecida que ela conseguiu dois grandes milagres: se recuperar de um problema de saúde e salvar o filho das “perdições do mundo”, como definiu.


“Há cerca de 7 anos, descobri que teria que operar da vesícula. Tinha um medo muito forte que me abalava, me deixava depressiva, eu não conseguia enfrentar o problema, até que uma amiga, foi em minha casa com a imagem de Nossa Senhora e disse para que eu me apegasse à Santa, desde então, comecei a orar e pedir para que ela retirasse aquele medo que eu tinha no coração e foi o que ela fez. Depois de alguns dias, consegui enfrentar a mesa de cirurgia e fiquei bem. Mas há um ano, surgiu um novo problema em minha vida. Meu filho de 16 anos começou a se envolver com más companhias e me trouxe muitos aborrecimentos. Ele passou a fazer coisas que não são boas, coisas que preocupam o coração de uma mãe, então, eu dobrei meus joelhos e pedi à mãe de todas as mães que livrasse meu filho daquele caminho e foi o que ela fez, meu filho hoje está no caminho certo e todos os dias eu oro para que ele permaneça neste caminho de Deus”, disse emocionada.


Agradecer, também foi o objetivo da dona de casa Eliane Escobar, de 39 anos, ao participar da primeira missa em ação de graças ao dia da padroeira. “Nossa Senhora Aparecida me agracia todos os dias, ela me dá a vida, dá vida aos meus filhos, ela move toda a harmonia em minha família e é por isso que venho todos os anos agradecer por tudo o que ela dá à minha família e a meus conhecidos. Não peço nada, pois sei que ela sabe do que preciso e sabe o que é melhor para todos nós. Acredito que devemos confiar e não pedir. Uma mãe nunca abandona o seu filho, ela sempre sabe do que ele precisa”, enfatizou.


O dia de consagrações será encerrado com missa celebrada às 17h no Centro Múltiplo Nação Guató, seguida de procissão até a Igreja Nossa Senhora Aparecida, onde ocorrerá a coroação da Padroeira. A capela de Nossa Senhora Aparecida fica localizada na rua Tenente Melquíades de Jesus, 1555. No local, também acontece quermesse com venda de comidas e bebidas.

Jornal Midiamax