Geral

Nono dígito será obrigatório em celulares com DDD 11 a partir de hoje

Quaisquer chamadas feitas para números de telefones móveis da área 11 deverão conter o número 9 a partir desta terça-feira (28), informa a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). As ligações que não adicionarem o número 9 no início não serão completadas. Quem fizer a ligação, receberá um aviso informando a forma correta de discar. A […]

Arquivo Publicado em 28/08/2012, às 14h35

None

Quaisquer chamadas feitas para números de telefones móveis da área 11 deverão conter o número 9 a partir desta terça-feira (28), informa a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). As ligações que não adicionarem o número 9 no início não serão completadas. Quem fizer a ligação, receberá um aviso informando a forma correta de discar.


A adesão do número 9 para números da área 11 começou no dia 29 de julho. Os aparelhos móveis ganharam o nove na frente do número atual. Exemplo: um telefone com o número XXXX-XXXX passa a ser 9-XXXX-XXXX. Desde a implantação no mês passado, mesmo as ligações feitas sem o número adicional eram normalmente efetuadas. A diferença é que quem não o fizer a partir desta terça-feira, ouvirá uma gravação de notificação.


As mudanças foram necessárias porque o número de linhas telefônicas na região da grande São Paulo estava chegando perto do limite de combinações possíveis com oito dígitos. Sem a implementação do número nove, o limite de linhas é de 44 milhões. Com o nono dígito, passa a ser de 90 milhões.


De acordo com a Anatel, o DDD 11 tem 34 milhões de linhas ativas e oito milhões na posse das operadoras. “Acreditamos que este limite seria estourado em cerca de cinco meses”, afirma Adeilson Nascimento, gerente de interconexões da Anatel. Com o acréscimo do nono dígito, a Anatel acredita ter linhas para, no mínimo, até 2025.


A mudança é obrigatória e vai atingir todos os usuários de telefonia celular das operadoras Claro, Vivo, TIM e Oi. Usuários de telefonia via rádio (da operadora Nextel) não serão atingidos. Telefones residenciais também continuam com oito dígitos.


Uso do nono dígito se estenderá para todos os celulares do Brasil


A Anatel garante que todos os telefones móveis do Brasil terão o nono dígito. “A padronização de um sistema é muito importante para a assimilação de uma mudança por parte dos usuários”, afirma Nascimento. Porém, a Anatel ainda não tem previsão de quando começará a fazer as mudanças em outros telefones.


A tendência é que o próximo local a receber o nono dígito seja a área de DDD 21 (da região da cidade do Rio de Janeiro). De acordo com a Anatel, demoraria de dois a três anos para o Rio de Janeiro alcançar o número de 44 milhões de linhas telefônicas. Além do Rio de Janeiro, as regiões com maior número de linhas ativas são as de DDD 31 (Belo Horizonte), 51 (Porto Alegre), 81 (Recife) e 19 (Campinas). Esta medida deve valer apenas para telefones celulares.


Mão-de-obra para quem não tem smartphone


A adição do dígito nove nos telefones celulares de São Paulo vai trazer um problema para quem tem muitos contatos na agenda telefônica. Se a pessoa tem uma agenda com 150 contatos e demora cerca de 30 segundos para atualizar cada número, vai demorar nada menos do que uma hora e quinze para atualizar a agenda.


Esse trabalho será poupado se você tiver um smartphone. Há alguns aplicativos que incluem automaticamente o nono dígito nos telefones.

Jornal Midiamax