Geral

MPE já investigou mais de 5 mil irregularidades nas prefeituras de MS em 12 anos

De 2000 até este ano foram instaurados mais de cinco mil inquéritos civis para apurar irregularidades no patrimônio público nas prefeituras de Mato Grosso do Sul. A informação foi divulgada pelo corregedor do Ministério Público Estadual (MPE), Mauri Valentim Riciotti, durante a abertura da ExpoCidades (Congresso para o Desenvolvimento dos Municípios), realizado entre hoje e […]

Arquivo Publicado em 03/12/2012, às 13h00

None

De 2000 até este ano foram instaurados mais de cinco mil inquéritos civis para apurar irregularidades no patrimônio público nas prefeituras de Mato Grosso do Sul. A informação foi divulgada pelo corregedor do Ministério Público Estadual (MPE), Mauri Valentim Riciotti, durante a abertura da ExpoCidades (Congresso para o Desenvolvimento dos Municípios), realizado entre hoje e amanhã, no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande.

“O MPE provoca a ira dos prefeitos porque tem que investigar, isso cria um mal estar. A partir do próximo ano vamos oferecer cursos para evitar que estas irregularidades e para que os prefeitos respeitem as normas técnicas”, afirmou Riciotti.

Segundo o presidente da Fiems, Sérgio Longen, a expectativa é atrair pelo menos duas mil pessoas nos dois dias daExpoCidades e contar com a presença do maior número possível dos 79 prefeitos e vice-prefeitos eleitos do Estado. “O evento é a oportunidade de capacitação para os novos prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, lideranças públicas e privadas e técnicos na Lei Geral com foco nos eixos Uso do Poder de Compra, Empreendedor Individual, Desburocratização e Agentes de Desenvolvimento. Eles poderão aplicar esses temas com maior efetividade nos municípios, buscando auxiliar no desenvolvimento sustentável das micro e pequenas empresas, além de proporcionar o conhecimento de políticas públicas”, pontuou.

De acordo com o governador do Estado, André Puccinelli, o Mato Grosso do Sul se destacou no cenário nacional como o estado com maior crescimento do PIB proporcional, puxado pelo desenvolvimento dos municípios.

“O desenvolvimento foi graças as emendas vitais dos senadores Moka (PMDB) e Delcídio (PT) que garantiram a entrega de patrolas que foram distribuídas para os município”, comentou o governador.

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios do Mato Grosso do Sul), Jocelito Krug, MS precisa brigar pelos royalties do petróleo para alavancar ainda mais. “Precisamos fazer um fortalecimento junto ao governo federal, assim como fez o Rio de Janeiro, para garantir os royalties”, comentou.

A ExpoCidades será realizada até esta terça-feira (4) com a exposição de painéis e palestras, das 8h às 18h.

Jornal Midiamax