Geral

Mais de 100 mil sírios procuraram refúgio em países vizinhos no último mês

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) anunciou hoje (4) que mais de 100 mil sírios deixaram o país apenas em agosto. Os refugiados buscam abrigo, principalmente, nos países vizinhos, como a Jordânia, o Líbano e o Iraque. Em todos esses países há campos de refugiados que se destinam aos sírios. Há 18 […]

Arquivo Publicado em 04/09/2012, às 13h16

None

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) anunciou hoje (4) que mais de 100 mil sírios deixaram o país apenas em agosto. Os refugiados buscam abrigo, principalmente, nos países vizinhos, como a Jordânia, o Líbano e o Iraque.


Em todos esses países há campos de refugiados que se destinam aos sírios. Há 18 meses, a população da Síria sofre com os confrontos armados no país, que já mataram mais de 25 mil pessoas. Pelos dados da Acnur, apenas em agosto 103.416 sírios buscaram refúgio nos países vizinhos.


No total, mais de 235 mil pessoas deixaram a região em busca de abrigo e fugindo do clima de guerra que vive a Síria. A porta-voz da Acnur, Melissa Fleming, disse que a sensação dos refugiados é de “insegurança geral” e “ameaças constantes”.


A Acnur e o Crescente Vermelho Árabe Sírio, o equivalente à Cruz Vermelha na região, quer ampliar o atendimento para 35 mil famílias nos próximos meses. Dos países vizinhos, o Iraque é um dos mais procurados, assim como o Curdistão, principalmente pelos curdos sírios. À Jordânia chegam cerca de mil refugiados por dia.


No Líbano, há mais de 59 mil refugiados sírios. Na Turquia, as autoridades confirmam 80.410. A crise na Síria começou em março de 2011, quando a oposição entrou em conflito com o governo do presidente Bashar Al Assad. A oposição exige a renúncia de Assad, a transição política, o fim da violência e mais liberdade.

Jornal Midiamax