Geral

Jovens fazem denúncia falsa de roubo para mascarar torca de bens familiares por drogas

Nesta segunda-feira, policiais do 1° Distrito Policial, registraram um boletim de ocorrência, em nome de Lucas Nunes Rodrigues, de 34 anos, onde ele afirmou que seu carro teria sido roubado, na madrugada de domingo, na Rua Cuiabá. De acordo com o depoimento, seguia por volta das 3 horas da manhã pela rua, quando parou o […]

Arquivo Publicado em 31/07/2012, às 18h06

None

Nesta segunda-feira, policiais do 1° Distrito Policial, registraram um boletim de ocorrência, em nome de Lucas Nunes Rodrigues, de 34 anos, onde ele afirmou que seu carro teria sido roubado, na madrugada de domingo, na Rua Cuiabá.

De acordo com o depoimento, seguia por volta das 3 horas da manhã pela rua, quando parou o carro, um Golf prata, ano 2000, para atender o celular, momento que dois desconhecidos teriam se aproximado e anunciado o assalto, levando o carro e o celular do rapaz.

Na tarde ontem, guardas municipais encontraram o carro abandonado na Rua Leonidas Além, próximo ao Complexo Esportivo Jorjão. Uma equipe do SIG foi acionada e chamou Lucas para ir até o local, para levantamento de praxe. Porém durante esclarecimento de detalhes do crime ele começou a se contradizer e os policiais perceberam que era mentira do rapaz, que foi indiciado por falsa comunicação.

De acordo com o delegado Humberto Peres Lima, outros crimes estão sendo investigados em Dourados, suspeitos de serem falsa comunicação.

Segundo o delegado, isso acontece por alguns “jovens de famílias das classes média e alta, se envolvem com drogas ou outros tipos de coisas ilícitas, e acabam perdendo carros, motos, celulares por divídas e para não confessarem a família, contam que foram furtados ou assaltados, e após ser investigado pela policia é constatado a falsidade do crime” alertou o delegado.

Comunicação Falsa de Crime ou de Contravenção

Art. 340 – Provocar a ação de autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime ou de contravenção que sabe não se ter verificado:

Pena – detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

Jornal Midiamax