Geral

Jovem holandês é condenado por assassinato ‘encomendado no Facebook’

Um holandês de 15 anos foi condenado a um ano de detenção juvenil nesta segunda-feira por um assassinato que teria sido motivado por comentários no Facebook e planejado na rede social. O jovem, identificado como Jinhua K., foi condenado pela morte de Joyce Winsei Hau, também de 15 anos, a pedido de um casal também […]

Arquivo Publicado em 03/09/2012, às 17h22

None

Um holandês de 15 anos foi condenado a um ano de detenção juvenil nesta segunda-feira por um assassinato que teria sido motivado por comentários no Facebook e planejado na rede social.


O jovem, identificado como Jinhua K., foi condenado pela morte de Joyce Winsei Hau, também de 15 anos, a pedido de um casal também adolescente, por causa de mensagens publicadas na rede social sobre o comportamento sexual dos dois.


O assassinato, que vem sendo chamado de “crime do Facebook” no país, aconteceu em janeiro  na cidade de Arnhem. A pena de um ano de detenção em um centro para jovens foi a pedida pela acusação e é a máxima prevista nas leis do país para um garoto de até 16 anos.


“Não estou feliz com (a pena de) um ano pela vida da minha filha”, disse o pai da vítima, do lado de fora do tribunal. “Mas isso é o que diz a lei.”


O crime


Polly W., de 16 anos, e Wesley C., de 18, estavam furiosos com Joyce, de 15 anos. As duas meninas eram amigas até a mais nova publicar comentários sobre a outra.


A acusação diz que eles decidiram então contratar o menor Jinhua K., então com 14 anos, para matar a amiga. O pagamento teria sido de menos de 100 euros (equivalente a R$ 250).


O garoto foi à casa de Joyce no dia 14 de janeiro, apunhalando-a. Ela foi hospitalizada, mas morreu dias depois. Seu pai, Chun Nam Hau, ficou ferido no ataque ao tentar defender a filha. (com informações da Reuters e BBC)


Jornal Midiamax