Geral

Integrante do grupo do ex-ministro Orlando Silva é afastado

Integrante do grupo do ex-ministro do Esporte Orlando Silva, o secretário Nacional de Futebol, Alcino Reis Rocha, foi exonerado ontem do cargo. Seguindo uma liturgia concedida ao primeiro escalão, o afastamento foi publicado no Diário Oficial da União de ontem como “a pedido”. A saída de Alcino Rocha foi precipitada por desentendimentos que teve com […]

Arquivo Publicado em 03/01/2012, às 09h55

None

Integrante do grupo do ex-ministro do Esporte Orlando Silva, o secretário Nacional de Futebol, Alcino Reis Rocha, foi exonerado ontem do cargo. Seguindo uma liturgia concedida ao primeiro escalão, o afastamento foi publicado no Diário Oficial da União de ontem como “a pedido”.

A saída de Alcino Rocha foi precipitada por desentendimentos que teve com o novo ministro, Aldo Rebelo, que aos poucos afastou pessoas que participaram da equipe de Silva.

O estopim para a queda foi a decisão de Aldo de mandar cancelar o convênio com o Sindicato Nacional das Associações de Futebol (Sindafebol) para cadastramento de torcidas organizadas.

No final de agosto, o Estado revelou que a gestão do então ministro repassara R$ 6,2 milhões ao sindicato de cartolas, presidido pelo ex-presidente do Palmeiras Mustafá Contursi, para fazer o cadastramento das torcidas organizadas dentro dos preparativos para a Copa de 2014.

O contrato foi assinado em dezembro de 2010 e todo o dinheiro liberado, de uma vez só, em abril. Na costura do convênio, foi essencial o empurrão oficial de Alcino, na época assessor especial de futebol. Como o contrato nunca foi executado, Aldo suspendeu, o que irritou o ex-secretário.

Jornal Midiamax