Geral

Incêndio atinge três lojas no centro do Rio de Janeiro

Um incêndio atingiu três lojas no Saara na manhã deste sábado, local de comércio popular no centro do Rio de Janeiro. Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo começou por volta das 9h40 no estoque que funciona no segundo andar de uma loja de artigos infantis, que ocupa dois prédios. Os bombeiros já tinham dado […]

Arquivo Publicado em 15/12/2012, às 14h32

None
1224172487.jpg

Um incêndio atingiu três lojas no Saara na manhã deste sábado, local de comércio popular no centro do Rio de Janeiro. Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo começou por volta das 9h40 no estoque que funciona no segundo andar de uma loja de artigos infantis, que ocupa dois prédios.


Os bombeiros já tinham dado o incêndio como controlado, mas por volta das 11h50 da manhã as chamas retornaram ao local. Segundo o Corpo de Bombeiros, não há vítimas. O estoquista que detectou o começo do incêndio tentou apagar o fogo com o extintor da loja, mas não conseguiu. O fogo se espalhou rapidamente e atingiu uma loja de bijuterias vizinha e uma malharia que fica atrás do prédio onde o incêndio começou.


Segundo o presidente da presidente da Saara (Sociedade de Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega), Enio Bittencourt, a loja de artigos infantis foi totalmente destruída e todo o estoque foi perdido. No momento em que o fogo começou, apenas uma vendedora e o estoquista estavam naquele andar, e um grupo de funcionários tomava café da manhã no último andar do prédio.


Conforme os lojistas, os bombeiros levaram cerca de 30 minutos para chegar ao prédio, apesar de o quartel estar localizado a cerca de seis quadras do prédio. Os bombeiros afirmam que o deslocamento levou apenas 10 minutos, e a dificuldade em conter o incêndio é que não existem hidrantes no local, e o combate ao fogo dependeu de caminhões-pipa. “Oficialmente, o Corpo de Bombeiros foi chamado às 9h44.


Logo que os bombeiros chegaram aqui, pela intensidade das chamas, foi pedido reforço do quartel do Caju, que fica na Zona Portuária, e do quartel de Vila Isabel, que fica na Zona Norte”, afirmou o sargento Dimas, da assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros.


O locutor que trabalha na loja que fica em frente a atingida pelas chamas, Carlos Augusto Melo, disse que os bombeiros demoraram cerca de 10 minutos para chegar, mas demoraram muito tempo para estacionar os caminhões e afastar as pessoas que estavam na rua. Toda a área do incêndio, entre a rua Tomé de Souza e a Praça da República, está isolada. Cerca de 40 a 50 lojas das 1,2 mil instaladas na região do Saara estão fechadas.


O presidente da Saara estima que 1 milhão de pessoas estejam circulando pela região a 10 dias do Natal. Bittencourt estima que as lojas fechadas por causa do incêndio deixem de faturar cerca de R$ 150 mil neste sábado. O Saara tem mais de 1,2 mil lojas.

Jornal Midiamax