Geral

Idoso é assassinado ao defender neta de estupro em Campo Grande

O suspeito é Paulo Cássio Esmeralda de Oliveira, 34 anos, que também foi atingido por golpe de faca durante a luta corporal e está internado na Santa Casa sob escolta policial

Arquivo Publicado em 30/10/2012, às 13h31

None
1259090760.jpg

O suspeito é Paulo Cássio Esmeralda de Oliveira, 34 anos, que também foi atingido por golpe de faca durante a luta corporal e está internado na Santa Casa sob escolta policial

Jaime Rodrigues da Costa, 70 anos, foi morto com 14 facadas ao tentar impedir que a neta de 16 anos fosse vítima de estupro no bairro Itamaracá, por volta das 22h de ontem, em Campo Grande. O suspeito dos crimes é Paulo Cássio Esmeralda de Oliveira, 34 anos, que também foi atingido por golpe de faca durante a luta corporal e está internado na Santa Casa de Campo Grande sob escolta policial.

De acordo com as investigações a jovem saia da casa do avô que fica a cerca de 200 metros da sua. Como de costume Jaime ficava olhando a jovem até que ela chegasse em casa. Ao perceber a atitude do suspeito, ele teria brigado com Paulo que estaria com a faca. O idoso morreu na hora, mas a neta conseguiu fugir sem ferimentos. O crime aconteceu no cruzamento das ruas Kamy Oshiro e João Padre Delfino.

Cicera Luiz Ferreira, 45 anos, tenho uma lanchonete próximo ao local e conta que escutou os gritos e pedidos de socorro da vítima, mas ao olhar pela janela do estabelecimento não viu nada. Os familiares de Jaime estão abalados com o ocorrido e não comentaram o caso.

Jaime será sepultado hoje às 13h e o velório será no Centro Comunitário do bairro Itamaracá, próxima a avenida Guaicurus.

Jornal Midiamax