Geral

Hugo Chávez afirma que seus inimigos o subestimam

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse que seus inimigos o “subestimam” e afirmou que uma possível derrota suas nas urnas “não seria o fim” da revolução bolivariana. Durante o programa de TV, comandado pelo ex-vice-presidente José Vicente Rangel, o mandatário afirmou que “uma revolução não se joga em um dia, se joga todos os […]

Arquivo Publicado em 22/01/2012, às 20h55

None

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse que seus inimigos o “subestimam” e afirmou que uma possível derrota suas nas urnas “não seria o fim” da revolução bolivariana.


Durante o programa de TV, comandado pelo ex-vice-presidente José Vicente Rangel, o mandatário afirmou que “uma revolução não se joga em um dia, se joga todos os dias” e acusou seus adversários políticos de inventarem notícias sobre seu estado de saúde.


“Alguns deles me subestimaram e continuaram subestimando, dizem que o câncer chegou aos meus ossos e que estou fora da realidade”, declarou Chávez.


O presidente ainda reiterou que se perder as eleições presidenciais será o primeiro a reconhecer a derrota e entregaria o governo.


Também hoje, ele anunciou que o ministro argentino do Planejamento, Julio De Vido, visitará novamente a Venezuela em 13 de fevereiro para acelerar a cooperação bilateral, principalmente na área energética.

Jornal Midiamax