Geral

Hemocentro precisa urgentemente de sangue A,B e O

O Hemocentro Regional de Dourados está precisando, com urgência, de sangues dos tipos A+, A-, O-, A- e B+. Acidentes, cirurgias e emergências nos últimos dias consumiram grande parte do estoque que atende Dourados e pelo menos mais 20 municípios do Sul do Estado. Interessados em doar sangue devem comparecer ao Hemocentro bem alimentados e […]

Arquivo Publicado em 20/11/2012, às 11h31

None
1842425583.jpg

O Hemocentro Regional de Dourados está precisando, com urgência, de sangues dos tipos A+, A-, O-, A- e B+. Acidentes, cirurgias e emergências nos últimos dias consumiram grande parte do estoque que atende Dourados e pelo menos mais 20 municípios do Sul do Estado.


Interessados em doar sangue devem comparecer ao Hemocentro bem alimentados e munidos de documento de identidade com foto, estar bem de saúde, ter entre 18 e 67 anos, pesar mais de 55 kg.


O Centro Hemoterápico também alerta o doador para que se mantenha longe das bebidas alcoólicas pelo menos 12 horas antes de doar sangue. Alguns sites, como o do Instituto Goiano de Oncologia e Hematologia (Ingoh), afirmam que é preciso parar de beber 24 horas antes. Além das bebidas, alimentos gordurosos incluindo o leite, devem ser evitados pelo menos quatro horas da doação de sangue; cigarros, meia hora.


NÃO PODEM DOAR


Pessoas que tiveram hepatite depois dos 10 anos de idade não devem doar sangue. Antes dessa idade, a doença não é empecilho porque provavelmente se trata de hepatite A, cujo vírus é eliminado por completo do organismo.


Quem teve hepatite B ou C, portadores do vírus HIV (Aids) ou de doença infecciosa transmitida pelo sangue; diabéticos que usam insulina ou anti-hipoglicemiantes por via oral também não devem doar.


Estão incluídos neste grupo, ainda, mulheres grávidas ou que estão amamentando; pessoas com febre; peso abaixo de 50 quilos, com mais de 65 anos ou que tiveram perda inexplicada de 10% do peso em um mês.


Também não podem doar, epilépticos ou com crise de asma; os que tenham passado por cirurgia, recebido transfusão, feito tatuagem ou colocado piercing há menos de um ano.


Quem teve dengue hemorrágica, ficou internado ou tomou soro, entre outros, deve aguardar três meses. Nos casos mais leves, um mês. A gripe H1N1 inviabiliza a doação por um período de até um ano.


Pacientes que passaram por exame de endoscopia devem esperar seis meses para voltar a doar sangue.


CALENDÁRIO


A assistente social Rosa Fernandes comunicou ao Douradosagora que no sábado, 8 de dezembro, o Hemocentro abre para coleta de sangue, das 7h às 12h.


O Dia do Doador de Sangue (25 de novembro) desta vez será comemorado em 26 deste mês com homenagens a todos os colaboradores durante festa no Hemocentro Regional de Dourados, das 7h às 12h.


SERVIÇO


O hemocentro fica na Rua Valdomiro de Souza, anexo ao PAM e em frente a Escola do Sesi, na Vila Industrial.


Mais informações pelos telefones: 3424-0400 e 3424-4192

Jornal Midiamax