Geral

Hackers deixam site da cantora Paula Fernandes fora do ar

O site da cantora sertaneja Paula Fernandes ficou fora do ar por quase uma hora na manhã deste sábado, 21. Das 10h40 até cerca de 11h30, na página inicial do portal, havia uma mensagem que dizia ‘Se o Megaupload caiu… Você também!’ (em inglês: ‘If Megaupload is down…. You Are Down Too!!!’). A iniciativa foi […]

Arquivo Publicado em 21/01/2012, às 23h06

None

O site da cantora sertaneja Paula Fernandes ficou fora do ar por quase uma hora na manhã deste sábado, 21. Das 10h40 até cerca de 11h30, na página inicial do portal, havia uma mensagem que dizia ‘Se o Megaupload caiu… Você também!’ (em inglês: ‘If Megaupload is down…. You Are Down Too!!!’).

A iniciativa foi uma resposta de hackers à atuação do FBI que, na última quinta-feira, 19, fechou o site de compartilhamento de dados Megaupload.com, sob a acusação de pirataria digital.

Após o fechamento do Megaupload, hackers têm feito ataques em diferentes páginas da internet. No site do Anonymous Brasil, foi divulgada uma lista de sites que, em algum momento desde quinta-feira passada, ficaram fora do ar devido à atuação de hackers. Todos possuem o domínio ‘df.gov.br’ (do governo do Distrito Federal).

Executivos presos

A polícia da Nova Zelândia invadiu na última quinta-feira várias casas e empresas ligadas ao fundador do Megaupload.com. Os policiais apreenderam armas, milhões de dólares e carros de luxo no valor de cerca de US$ 5 milhões, informaram as autoridades do país.

A polícia prendeu o fundador Kim Dotcom e três funcionários do Megaupload, acusados pelos EUA de facilitarem milhões de downloads ilegais de filmes, músicas e outros conteúdos, o que teria representado para os detentores de direitos de propriedade, segundo as autoridades americanas, um prejuízo de US$ 500 milhões em receitas perdidas.

Com 150 milhões de usuários registrados, cerca de 50 milhões de visitas diárias e a aprovação de superastros da música, o Megaupload.com é um dos maiores sites de compartilhamento de arquivos do mundo. Segundo um indiciamento dos EUA, o site proporcionou a Dotcom, somente em 2010, um ganho de US$ 42 milhões.

O FBI, além de tirar o Megaupload do ar, prendeu o fundador da empresa e acusou seus executivos de violarem leis antipirataria norte-americanas.

Jornal Midiamax