Geral

Governo da Colômbia e Farc chegam a Oslo para negociar acordo de paz

A partir de amanhã (15), em Oslo, na Noruega, as delegações do governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) começam mais uma etapa de negociações para o processo de paz. Há cerca de meio século a guerrilha e as forças de segurança do governo vivem em conflitos. A conclusão das negociações está […]

Arquivo Publicado em 14/10/2012, às 15h40

None

A partir de amanhã (15), em Oslo, na Noruega, as delegações do governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) começam mais uma etapa de negociações para o processo de paz. Há cerca de meio século a guerrilha e as forças de segurança do governo vivem em conflitos. A conclusão das negociações está marcada para o dia 17. Autoridades norueguesas, cubanas, venezuelanas e chilenas fazem as mediações do acordo.



Nas últimas semanas, as Farc e as autoridades colombianas enviaram mensagens indicando que futuramente deverá integrar o processo de paz o Exército de Libertação Nacional (ELN). Porém, as negociações com o ELN ainda estão em fase inicial.



O governo da Colômbia e as Farc nomearam vários interlocutores para as negociações. Do lado do governo estão a ex-parlamentar Aida Abella e o diretor da Fundação Arco-Íris (organização não governamental), Leon Valencia.



Há aproximadamente dois anos começaram as primeiras negociações entre as Farc e o governo da Colômbia, mas o processo foi interrompido e retomado. Integrantes dos governos da Venezuela e de Cuba participaram das articulações desde o começo.



A expectativa, segundo os negociadores, é que até quarta-feira (17) sejam discutidos o desenvolvimento rural e maior acesso à terra, além de garantias para a liberdade política, o fim do conflito armado com a deposição das armas e a reintegração de combatentes, assim como estabelecer medidas que visam uma solução para o problema do tráfico de drogas e a preservação dos direitos das vítimas.


Jornal Midiamax