Geral

Goleiro corintiano se cala e deixa o Pacaembu aos prantos

O goleiro corintiano, Júlio César, não concedeu entrevista após a derrota por 3 a 2 para a Ponte Preta, no Pacaembu, neste domingo. O revés causou a eliminação da equipe de Parque São Jorge nas quartas de final do Campeonato Paulista. No intervalo da partida, o arqueiro comentou sua falha no primeiro gol campineiro. No […]

Arquivo Publicado em 22/04/2012, às 22h35

None

O goleiro corintiano, Júlio César, não concedeu entrevista após a derrota por 3 a 2 para a Ponte Preta, no Pacaembu, neste domingo. O revés causou a eliminação da equipe de Parque São Jorge nas quartas de final do Campeonato Paulista.


No intervalo da partida, o arqueiro comentou sua falha no primeiro gol campineiro. No lance, ele aceitou um chute fraco do zagueiro William Magrão, aos 12min da etapa inicial.


“Preciso analisar, tinha muita gente na frente, a grama está lisa, preciso ver pela TV para analisar melhor”, limitou-se a dizer na ida para os vestiários.


Já aos 44min do segundo período, ele saiu jogando errado, a bola bateu na zaga corintiana e sobrou para Rodrigo Pimpão. Livre, o atacante do time campineiro deu um leve toque para superar o arqueiro adversário.


O camisa 1 do clube alvinegro deixou o estádio aos prantos. O preparador de goleiros do Corinthians, Mauri Lima, disse que será difícil recuperá-lo psicologicamente.


Agora, o Corinthians se concentra na Libertadores. No dia 2 de maio, o clube alvinegro vai até ao Equador enfrentar o Emelec pela ida das oitavas de final da competição continental.


A Ponte Preta recebe o São Paulo na próxima quinta-feira nas oitavas de final da Copa do Brasil. Os campineiros esperam o classificado do duelo entre Guarani x Palmeiras, que começará às 18h30, para conhecer o adversário da semifinal do Estadual.


Jornal Midiamax