Geral

Gasto com cartão de crédito no exterior sobe mesmo com IOF maior

O brasileiro não pareceu intimidado com a alta de 2,38% para 6,38% na alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para compras com cartão de crédito feitas no exterior. Mais de um ano após a determinação (a medida vale para compras feitas desde 28 de março do ano passado), os gastos de brasileiros com cartão […]

Arquivo Publicado em 24/04/2012, às 15h35

None

O brasileiro não pareceu intimidado com a alta de 2,38% para 6,38% na alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para compras com cartão de crédito feitas no exterior. Mais de um ano após a determinação (a medida vale para compras feitas desde 28 de março do ano passado), os gastos de brasileiros com cartão de crédito no exterior têm se mantido em patamares historicamente altos.


Segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Banco Central, três meses após a adoção da medida pelo governo, os brasileiros gastaram a cifra recorde de US$ 1,213 bilhão no cartão de crédito em viagens ao exterior. A série histórica do BC para esses dados começa em 1992.


Desde março do ano passado, quando a medida entrou em vigor, as despesas com cartão no exterior ficaram abaixo do patamar de R$ 1 bilhão somente duas vezes: em maio de 2011 (US$ 909 milhões) e em março deste ano (US$ 922,9 milhões). Estes gastos não estão relacionados apenas às viagens com fim turístico, mas também às viagens de trabalho, por motivos de saúde, entre outros.


A maior parte dos gastos dos brasileiros no exterior é com turismo. No mês passado, essa cifra foi de US$ 632,3 milhões. Em seguida, vêm as despesas com viagens de negócios, em que os brasileiros gastaram US$ 34,3 milhões. As idas ao exterior com fins educacionais, esportivos ou culturais renderam uma despesa de US$ 26,4 milhões em março deste ano. No total, em março, os brasileiros gastaram US$ 1,627 bilhão com viagens internacionais.


Recorde


O quesito viagens internacionais foi responsável por um saldo negativo de US$ 3,461 bilhões nas contas externas brasileiras no primeiro trimestre deste ano, segundo informou nesta terça-feira o Banco Central (BC). O resultado se deve ao gasto dos brasileiros no exterior que foi de US$ 5,381 bilhões – valor recorde para os três primeiros meses do ano desde 1947, quando começou a série histórica. No mesmo período de 2011, os gastos de brasileiros no exterior somaram US$ 4,752 bilhões. A maior marca para um trimestre foi medida entre julho e setembro de 2011, com US$ 5,926 bilhões. Só no mês passado, os brasileiros gastaram US$ 1,627 bilhão para este fim, valor próximo ao medido em março de 2011. Em contrapartida, no mês passado os estrangeiros gastaram US$ 630 milhões em viagens ao Brasil, cifra também semelhante à registrada em março de 2011.

Jornal Midiamax