Geral

Fenômeno meteorológico raro desperta curiosidade de observadores em Campo Grande

Halo é formado por nuvens entre 5 e 10 km de altitude e foi visto pela última vez na Capital em agosto do ano passado

Arquivo Publicado em 19/11/2012, às 18h33

None
2128895074.jpg

Halo é formado por nuvens entre 5 e 10 km de altitude e foi visto pela última vez na Capital em agosto do ano passado

Um fenômeno meteorológico chamou a atenção da população na manhã desta segunda-feira (19), em Campo Grande. O “halo” como é conhecido a nuvem formada em grandes altitudes permite a impressão de um círculo ao redor do sol.

O raro fenômeno acontece devido a refração da luz solar, em pequenas partículas de gelo em grandes altitudes (entre 5 e 10 km). O excesso de umidade forma estes pequenos cristais de gelo que resultam no efeito.

Segundo a meteorologista Catia Braga, o Halo é um fenômeno raro e o último registro em Campo Grande foi do dia 15 de agosto de 2011. O processo é similar a formação do arco-íris e é possível ser observado em noites de lua cheia.

Jornal Midiamax