Geral

Felipe Orro consegue com Brizola Neto ampliar vagas do Pro Jovem para Aquidauana e Anastácio

O deputado estadual Felipe Orro (PDT) anuncia que o Pro Jovem Trabalhador nos municípios de Aquidauana e Anastácio terá mais 650 vagas a partir do próximo ano. O deputado conseguiu essa ampliação diretamente com o ministro do Trabalho e Emprego, Brizola Neto. “Apresentei a situação de Aquidauana e Anastácio, de extrema carência, com índices de […]

Arquivo Publicado em 07/12/2012, às 15h00

None

O deputado estadual Felipe Orro (PDT) anuncia que o Pro Jovem Trabalhador nos municípios de Aquidauana e Anastácio terá mais 650 vagas a partir do próximo ano. O deputado conseguiu essa ampliação diretamente com o ministro do Trabalho e Emprego, Brizola Neto. “Apresentei a situação de Aquidauana e Anastácio, de extrema carência, com índices de desenvolvimento humano e renda cada vez mais baixos. O ministro foi muito compreensivo, queria fazer mais, porém já ajuda muito essas novas vagas, é um alento, uma luz que surge na vida desses jovens. São 500 vagas para Aquidauana e 150 para Anastácio. Outros municípios também serão contemplados”, afirmou Felipe Orro.


O deputado esteve com o ministro Brizola Neto na tarde desta quinta-feira (7), acompanhado do presidente regional do PDT, Dagoberto Nogueira, e do presidente do diretório municipal de Campo Grande, vereador Paulo Pedra. Eles participaram, em Brasília, do Encontro Nacional do PDT que tratou de diversos assuntos relativos à estruturação partidária visando as eleições de 2014.


O programa ProJovem Trabalhador – Juventude Cidadão oferece cursos profissionalizantes nas áreas de administração, alimentação, logística, metalmecância, saúde, telemática, transporte, turismo e hospitalidade, vestuário, entre outros. Os interessados em participar devem ser residentes do município, ter entre 18 e 29 anos, estar cursando ou ter concluído o Ensino Fundamental ou Médio e possuir renda mensal de até um salário mínimo. O programa oferta também material escolar, fardamento, lanche, passagem e auxílio financeiro de R$ 100.

Jornal Midiamax