Geral

Felipe Massa diz que pode abandonar a F-1 em 2013 se não conseguir equipe competitiva

O piloto Felipe Massa afirmou nesta quinta-feira que só ficará na Fórmula 1 na próxima temporada se puder correr em uma equipe que lhe garanta competitividade. O brasileiro não consegue mostrar o desempenho que, em 2008, o deixou às portas do título mundial, perdido na última curva para Lewis Hamilton. E a falta de resultados […]

Arquivo Publicado em 26/07/2012, às 19h14

None

O piloto Felipe Massa afirmou nesta quinta-feira que só ficará na Fórmula 1 na próxima temporada se puder correr em uma equipe que lhe garanta competitividade.


O brasileiro não consegue mostrar o desempenho que, em 2008, o deixou às portas do título mundial, perdido na última curva para Lewis Hamilton. E a falta de resultados pode custar-lhe, mesmo, o lugar na Ferrari. O contrato termina no final da presente temporada e, até ao momento, não há sinais de renovação.


Massa frisa que não renovar pela Ferrari está longe de significar o fim, mas não descarta deixar a Fórmula 1 se não vir as suas exigências satisfeitas.


“O que eu quero é ficar na F1, mas quero ficar com possibilidade de competir, não apenas para participar. Estou interessado em competir. Se, por algum motivo, não puder ficar na Ferrari, vou tentar encontrar uma outra direção que me permita competir. Se não o conseguir, por que só teria lugar em equipas pequenas, não estou interessado. Não fico a qualquer preço”, garantiu, em entrevista na Hungria.


O piloto da Ferrari nunca conseguiu fazer melhor do que o companheiro Fernando Alonso esta época. É o único do pelotão da F1 que nunca bateu o companheiro. E soma apenas 23 pontos em dez corridas, menos 131 do que Alonso.


Nas últimas corridas, Massa parecia vir numa curva ascendente, depois de um mau início de temporada, mas a prestação em Hockenheim voltou a ser má. Para este Grande Prêmio, Massa pensa, acima de tudo, em “fazer uma corrida limpa”.
“Tenho a certeza que, se o conseguir, ajudarei muito o Alonso. E não só ele, também a mim próprio e à equipe. É nisso que penso”, resumiu.


Massa acrescentou que, nesta altura, corre apenas por orgulho e para ajudar o companheiro. “Não tenho hipóteses no título”, assumiu.


“Estou completamente fora da luta. Faltam muitas corridas mas a vantagem que o Alonso tem na frente é boa e vou fazer o melhor que conseguir para estar também na frente, para tentar ganhar e para tentar ajudá-lo a ganhar o título”, completou.


Jornal Midiamax