Geral

‘Falso advogado’ tira quase R$2 mil de idosa em Nova Andradina

Os velhos golpes do torpedo premiado, da ligação premiada e do bilhete premiado, todos os dias fazem vítimas pelo Brasil e Nova Andradina entra nesta estatística com a aplicação destes golpes pelos estelionatários. Nesta terça feira (20), uma idosa de 70 anos, caiu no golpe da ligação de um falso advogado onde se dizia funcionário […]

Arquivo Publicado em 23/11/2012, às 11h24

None

Os velhos golpes do torpedo premiado, da ligação premiada e do bilhete premiado, todos os dias fazem vítimas pelo Brasil e Nova Andradina entra nesta estatística com a aplicação destes golpes pelos estelionatários.



Nesta terça feira (20), uma idosa de 70 anos, caiu no golpe da ligação de um falso advogado onde se dizia funcionário do Conselho Nacional Previdenciária, de nome Paulo Roberto, onde relatava que a idosa havia um dinheiro para receber na época do “Plano Collor”.



Segundo dados da vítima, o advogado disse que ela teria R$31.658,46 para receber do tal plano, mas para receber a quantia, a idosa teria que pagar algumas taxas.



A idosa realizou três transferências bancárias em contas distintas nos valores de R$498, R$500 e R$1 mil reais.



Ainda o falso advogado, deixou um telefone para que a vítima ligasse e falasse com uma atendente de nome Maria de Fátima Barros, somente após efetuar as transferências a idosa percebeu que caiu em um golpe.



Diante da situação, ela registrou uma ocorrência na Delegacia de Polícia Civil, que vai apurar o caso.


Jornal Midiamax