Geral

Erika chora por fim das Sereias e Santos coloca gastos com Neymar como responsável

O anúncio oficial do fim do futebol feminino no Santos foi feito pelo presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro ao lado da zagueira Erika na Vila Belmiro. A jogadora não se conteve, chorou, e lamentou pela dificuldade da maior parte das companheiras em conseguir um novo clube. “Foi difícil demais a notícia. Gosto de fazer […]

Arquivo Publicado em 04/01/2012, às 01h26

None

O anúncio oficial do fim do futebol feminino no Santos foi feito pelo presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro ao lado da zagueira Erika na Vila Belmiro. A jogadora não se conteve, chorou, e lamentou pela dificuldade da maior parte das companheiras em conseguir um novo clube.


“Foi difícil demais a notícia. Gosto de fazer o meu trabalho e recebo para isso. Gostaria muito de permanecer, continuar aqui, mas infelizmente acabou. Graças a Deus eu tenho uma proposta da Coréia, mas as minhas companheiras agora vão ter que lutar por novas coisas. Como vão fazer?”, lamentou Erika.


“Não precisava ficar aqui pedindo coisas, mas me sinto no dever. Recebo telefonema das meninas perguntando o motivo pelo qual ia acabar o futebol no Santos. Cheguei a ligar na cara de pau par ao presidente. Só que preciso agradecer pelo apoio dado nesses anos”, complementou.


O gasto com o futebol feminino no Santos em 2011 foi de R$ 1,5 milhão. A quantia é a mesma que o clube gasta com Neymar no mês.


“A manutenção do Neymar foi um projeto de ousadia, mas que tem um custo. Todo o time do Santos encareceu, e chega um momento que é insuportável você não reduzir os custos”, argumentou Luis Alvaro.


“Já tive uma reunião com a Marta (jogadora) e Dilma (presidenta) sobre as dificuldades de manter uma equipe de esporte olímpico. Só que o Santos embarcou sozinho, tirou dinheiro do fluxo de caixa e uma andorinha só não faz verão”, complementou.

Jornal Midiamax